Estudo esmiuça situação financeira do Corinthians e faz comparação com demais clubes do país

28 mil visualizações 180 comentários

Corinthians fechou 2020 com um déficit de R$ 123 milhões no exercício de 2020

Corinthians fechou 2020 com um déficit de R$ 123 milhões no exercício de 2020

Reprodução/Internet

A Sports Value, empresa especializada em marketing, patrocínios e ativações de marcas e propriedades esportivas, concluiu sua análise da situação financeira dos clubes brasileiros da Série A após a divulgação dos balanços do exercício de 2020.

A reportagem do Meu Timão fez o recorte que interessa ao torcedor do Corinthians, na tentativa de analisar os números do clube e compará-los com as demais agremiações do país.

O estudo da Sports Value mostra, por exemplo, que o Corinthians teve o quinto pior resultado final de 2020, com seu déficit de 123 milhões. Em contrapartida, o Timão obteve a terceira colocação em relação à receita total no ano passado - clube foi um dos poucos que não diminuíram em relação a 2019, apesar da pandemia.

Outro dado significativo é o quanto o departamento de futebol profissional gastou em 2020. O Corinthians é o terceiro futebol mais caro do país, gastando menos apenas do que Flamengo e Palmeiras. No Brasileirão, porém, o Timão ficou em 12º lugar. Veja esses e outros detalhes comparativos nas imagens e textos abaixo.

Abaixo, as comparações com os demais clubes e o texto explicativo de cada item analisado pelo estudo

Resultado final em 2020

O Corinthians teve o quinto pior número final da temporada 2020, com um déficit de R$ 123 milhões durante o exercício. Apenas quatro clubes brasileiros tiveram números piores: Cruzeiro, Palmeiras, Botafogo e São Paulo.

Ocular

Receita total

O Corinthians foi o terceiro clube que mais arrecadou em 2020, com uma receita de R$ 474,3 milhões no exercício do ano passado. O clube ficou atrás apenas de Flamengo e Palmeiras. Apesar da arrecadação alta, a equipe ficou atrás de vários concorrentes no Brasileirão-20. Veja detalhes aqui.

Ocular

Receitas - comparação 2020 com 2019

O Corinthians não aparece na lista dos que diminuíram a receita em 2020 por causa da pandemia e seus reflexos. E não aparece porque, impulsionado pela venda de Pedrinho ao Benfica-POR, o clube aumentou de R$ 426 milhões (2019) para R$ 474 milhões (2020).

Ocular

Reprodução/Internet

Receitas sem transferência de jogadores

O Corinthians arrecadou R$ 189 milhões com a venda de jogadores em 2020. Se excluir essa receita, que é bastante volúvel a cada ano, a receita total do Corinthians cai para a quarta maior do país, deixando o Grêmio ultrapassá-lo.

Ocular

Reprodução/Internet

Custos com o futebol profissional

O Corinthians ficou apenas em 12º colocado do Brasileirão, mas gastou menos com seu futebol profissional do que apenas dois clubes: Flamengo e Palmeiras. Ao longo de 2020, o Timão gastou R$ 461,6 milhões (salários, luvas, viagens, etc).

Ocular

Reprodução/Internet

Custo com futebol x Receita total

O estudo indica que, na relação custo com futebol x receita total, o ideal é que o clube gaste com seu principal departamento no máximo 75% do valor total de sua arrecadação total. Nesse quesito, o Corinthians tem o 16º pior desempenho, com 97% do valor arrecadado. Apenas Palmeiras, Bahia, Santos e Cruzeiro tiveram desempenho pior nessa relação.

Ocular

Reprodução/Internet

Dívida total

O Corinthians tem a terceira maior dívida total entre todos clubes brasileiros, com um déficit de R$ 949,2 milhões. Apenas dois clubes do país devem mais que o Corinthians, segundo o estudo. E são os dois mineiros: Cruzeiro (R$ 962,5 mi) e Atlético-MG (R$ 1,2 bilhão).

Ocular

Reprodução/Internet

Indicador dívida x receita

Quanto menor o indicador, mais equilibrado financeiramente é o clube. De acordo com o estudo, esse é um ótimo diagnóstico para analisar a realidade financeira de uma instituição. O ideal é que fique próximo de 1. No caso do Corinthians, seu número nessa relação é 2, no 'meio da tabela' dos clubes brasileiros. Há agremiações piores, mas também há melhores.

Ocular

Reprodução/Internet

Dívidas fiscais

O Corinthians tem a segunda maior dívida fiscal do país, com R$ 326,8 milhões. De acordo com o estudo, o Botafogo é o único que está em situação pior em relação aos pagamentos atrasados dos impostos estaduais e governamentais, como FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte), entre outros. Veja mais detalhes aqui.

Ocular

Reprodução/Internet

Veja mais em: Diretoria do Corinthians, Andrés Sanchez, Parque São Jorge e Duílio Monteiro Alves.

Veja Mais:

  • Duelo contra o Sport Huancayo, do Peru, será transmitido pela Conmebol TV

    Veja como acompanhar o duelo entre Corinthians e Sport Huancayo pela Sul-Americana

    ver detalhes
  • Eugênio tem vínculo com o Corinthians até 10 de maio, mas terá seu contrato renovado para finalizar recuperação do joelho esquerdo

    Corinthians renova contrato de goleiro da equipe Sub-23; saiba os detalhes

    ver detalhes
  • Luiz Wagner Alcântara, o "Wagnão" (vice), Duilio Monteiro Alves e Elie Werdo (vice) eram alguns dos raros nomes já anunciados

    Corinthians divulga nova composição da diretoria quatro meses após posse de Duilio; veja os 14 nomes

    ver detalhes
  • Sornoza foi vacinado contra o Covid-19

    Meia que pertence ao Corinthians é vacinado contra a Covid-19

    ver detalhes
  • Corinthians tem interesse em repatriar Guitta

    Corinthians tem interesse em repatriar Guitta, mas vê negócio como 'quase impossível'

    ver detalhes
  • Roni e Gabriel formam a dupla de volantes favorita da Fiel para esta noite

    Maioria da torcida do Corinthians põe Gabriel como unanimidade, mas opção por dupla varia; veja

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x