O dia em que o Corinthians voltou a ser o Corinthians

Ulisses Lopresti

Vinte e três anos de vida e de corinthianismo. Jornalista, trabalho no Meu Timão. Escrevo aqui e apareço no Contra-Ataque, mídia alternativa de futebol.

ver detalhes

O dia em que o Corinthians voltou a ser o Corinthians

Coluna do Ulisses Lopresti Figueiredo

Opinião de Ulisses Lopresti

3.5 mil visualizações 14 comentários Comunicar erro

O dia em que o Corinthians voltou a ser o Corinthians

A Fiel vai voltar aos estádios

Foto: Bruno Teixeira/ Ag. Corinthians

Esta terça-feira amanheceu diferente. Todo dia acordo cedo, tomo meu café, procuro trabalhar da melhor maneira possível e pensar nas tarefas da semana. Há dois anos estou com a mesma rotina. Nossa vida mudou muito durante a pandemia, e o “novo normal” soa esquisito, pois sentimos falta de muitas coisas de antigamente, entretanto outras não mudaram tanto assim. Mas agora posso dizer que o dia amanheceu diferente, depois de dois anos.

Hoje o Corinthians joga, nada que não seja semanal para o corinthiano, mas hoje teremos o retorno da Fiel nos estádios. Para nós não se trata de um mero protocolo. Claro que toda torcida deve pensar a mesma coisa no dia de jogo, mas para nós é diferente.

“O Corinthians é o time do povo, e é o povo que vai fazer esse time”. Miguel Battaglia, primeiro presidente do Timão disse isso lá em 1910. Se foi uma profecia ou intuição fortíssima eu não sei, mas desde esse momento a Fiel se tornou mais importante que o time.

No espetáculo, nós não somos coadjuvantes de um time de futebol, somos os principais, nós somos o Corinthians. O time jogando sem a Fiel, não é o Corinthians de verdade.

Óbvio que tivemos que nos adequar à pandemia. A época não permitia a normalidade. Mas para todo corinthiano, parece que vivemos dois anos congelados assistindo ao time que amamos desfalcado do principal pilar que forma o Sport Club Corinthians Paulista, a torcida.

Hoje amanheceu diferente, depois de dois anos de sofrimento em todos os campos da nossa vida, a volta da Fiel nos traz mais que um público no estádio, devolve uma forma de ver a vida como conhecíamos. É uma forma de ver o Corinthians que conhecíamos. Uma lavada na alma.

Hoje o dia amanheceu diferente. Hoje teremos o Corinthians de volta!

Veja mais em: Torcida do Corinthians.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Ulisses Lopresti Figueiredo

Por Ulisses Lopresti Figueiredo

Vinte e três anos de vida e de corinthianismo. Jornalista, trabalho no Meu Timão. Escrevo aqui e apareço no Contra-Ataque, mídia alternativa de futebol

O que você achou do post do Ulisses Lopresti?

x