Corinthians 2 x 0 Santos - Brasileirão 2021

Brasileirão 2021 - Corinthians 2 x 0 Santos

Partida de futebol entre Corinthians 2 x 0 Santos nBrasileirão 2021

https://www.meutimao.com.br/jogo/5935/brasileirao_2021/corinthians-2-x-0-santos

02:00

2021-11-21T16:00:00

Neo Química Arena

Endereço: Avenida Miguel Ignácio Curi, São Paulo, SP, Brasil

Sobre a Partida

Corinthians domina, vence o Santos com autoridade e chega ao G4 do Campeonato Brasileiro

Na tarde deste domingo, o Corinthians recebeu o Santos pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2021. Em jogo realizado na Neo Química Arena, o time treinado por Sylvinho ganhou por 2 a 0, com gols de Jô e Gabriel, contra a equipe de Fábio Carille.

O Timão dominou o Santos em quase todo o jogo. No primeiro tempo, o Corinthians de Sylvinho finalizou 14 vezes e não conseguiu abrir o placar. Na segunda etapa, isso mudou aos três minutos, quando Jô abriu o placar. Já os 40 minutos, Gabriel marcou o segundo e deu números finais ao jogo.

Com a vitória, o Corinthians chegou aos 53 pontos conquistados, ultrapassou Red Bull Bragantino e Fortaleza e assumiu o quarto lugar do Campeonato Brasileiro. Além disso, o Timão abriu seis pontos para o Internacional, que é o sétimo colocado.

Anota aí, Fiel! - O próximo compromisso do Corinthians é na quinta-feira, fora de casa. O Timão visita o Ceará, pela 35ª rodada do Brasileirão, em jogo disputado na Arena Castelão.

Escalação

O técnico Sylvinho foi obrigado a mexer no time, já que Giuliano se lesionou contra o Flamengo. Além dele, Cantillo também sentiu e foi desfalque para a partida. Sendo assim, o Corinthians começou o clássico com a seguinte escalação:

  • Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Renato Augusto, Du Queiroz, Gabriel Pereira e Róger Guedes; Jô.

Meu Timão

Por outro lado, Fábio Carille escalou o Santos com: João Paulo, Kaiky, Luiz Felipe e Danilo Boza; Madson, Camacho, Vinícius Zanocelo, Gabriel Pirani e Felipe Jonatan; Marcos Guilherme e Diego Tardelli.

O jogo

Primeiro tempo

O primeiro tempo foi de muita intensidade e de um domínio total do Corinthians. Marcando no alto e não deixando o Santos criar praticamente nada, o time de Sylvinho teve as melhores chances para abrir o placar.

Com cinco minutos, Gabriel deu um belo lançamento para GP, mas a bola passou um pouco e o camisa 38 tentou encobrir o goleiro do Santos, mas não obteve sucesso. Logo depois, o jovem meia-atacante recebeu passe de Fagner e chutou fraco para defesa de João Paulo.

Marcando lá no alto, o Corinthians não deixava o Santos passar do meio-campo e a posse de bola do time de Sylvinho chegou a praticamente 70%. Com 13 minutos, Róger Guedes tabelou com Jô, driblou um zagueiro e viu João Paulo impedir o primeiro gol. No escanteio, Gil cabeceou fraco.

Em boa jogada coletiva de Renato Augusto com Du Queiroz, GP recebeu na ponta da área e decidiu chutar, quando a melhor opção era Fagner. Logo depois, o camisa 23 subiu mais uma vez e cruzou para Jô, mas Luiz Felipe cortou antes da bola chegar ao atacante do Timão.

Durante todo o primeiro tempo, o Corinthians seguiu com a mesma postura ofensiva. Marcando em cima e não deixando o Santos respirar, Róger Guedes teve mais uma chance de gol, após belo passe de Renato Augusto. Perto da pequena área, o camisa 123 parou em boa defesa de João Paulo.

Em uma das poucas vezes que o Santos passou do meio-campo, Gabriel Pereira roubou a bola e armou bom contra-ataque com Du Queiroz e Renato Augusto. Na hora de tirar a nota dez, porém, GP chutou fraco em direção ao goleiro do rival.

Foi com 42 minutos que o Santos atacou pela primeira vez. Felipe Jonatan passou por Fagner e cruzou na cabeça de Diego Tardelli, que finalizou, sem perigo, para fora do gol.

Aos 45 minutos, o Timão criou a última oportunidade de gol. Fagner arrancou pelo lado direito do campo em linda jogada individual e a bola sobrou para Jô. Sem qualquer marcação, o atacante finalizou com a perna ruim e o chute passou pro cima do gol.

Segundo tempo

Por conta do bom primeiro tempo, o Corinthians de Sylvinho voltou sem mudanças para a segunda etapa. O Santos, por outro lado, fez duas substituições: Ângelo e Lucas Braga nas vagas de Gabriel Pirani e Madson.

Tudo mudou aos três minutos do segundo tempo. Gabriel Pereira encontrou Du Queiroz, que só rolou para Jô. Em belo giro de pivô, o camisa 77 virou e chutou sem chances para João Paulo para abrir o placar na Neo Química Arena.

Depois do gol, a Fiel ficou ainda mais maluca e seguiu empurrando o Corinthians no jogo. Com bons passes no ataque, o Timão teve falta perigosa ao seu favor. Na cobrança, Fagner parou na barreira.

Atrás do placar e dominado durante quase todo o jogo, o Santos mudou a postura e passou a pisar no campo de ataque com boas jogadas de Ângelo e Lucas Braga. Com 12 minutos, Diego Tardelli finalizou de longe, mas a bola passou por cima do gol de Cássio.

Em jogada individual de Tardelli, o Santos voltou a assustar. O atacante foi pela linha de fundo e cruzou, mas a bola não sobrou para um companheiro do experiente jogador. Na sobra, Camacho isolou.

Com 18 minutos, Sylvinho chamou Willian. O camisa 10 entrou na vaga de Gabriel Pereira. De volta após sete jogos, o jogador foi muito aplaudido pela Fiel na Neo Química Arena.

Apesar de uma melhora do Santos do jogo, já que mudou a sua postura, o Corinthians seguiu confortável na partida. O Timão ficou no campo de ataque, mas não conseguia criar tantas chances como no primeiro tempo.

Com 25 minutos, Du recebeu lindo passe de Renato Augusto. De frente pra área, o jovem volante finalizou e viu Danilo Boza tirar a bola que tinha endereço certo. Depois disso, o jogo ficou muito disputado ainda no meio-campo.

Cinco minutos mais tarde, o Corinthians ficou próximo do segundo gol. Renato Augustou lançou Willian, que dominou e rolou para Fagner. O camisa 23 foi travado por Danilo Boza. Logo depois, o camisa 10 recebeu mais uma pelo lado direito e ganhou escanteio.

Com 33 minutos, Du Queiroz saiu e Roni entrou em sua vaga. O camisa 29 fez falta forte e recebeu cartão amarelo aos 37 da segunda etapa. Com isso, o jogador ficou suspenso e nao vai poder jogar contra o Ceará.

Após boa saída de bola com Fagner, Jô encontrou Róger Guedes que driblou três, mas não conseguiu dar sequência na jogada. A bola sobrou para Renato Augusto, que chutou e viu a bola desviar em Felipe Jonatan.

No escanteio, o Corinthians fez o seu segundo gol. Renato Augusto cruzou, Jô escorou e Gabriel marcou mais um para o Timão. O camisa 5 se emocionou muito com o tento marcado.

Depois do segundo gol, o Corinthians seguiu no ataque. Róger Guedes chutou forte e viu João Paulo espalmar. Logo depois, Gustavo Mosquito entrou na vaga de Jô, que saiu ovacionado por mais de 43 mil pessoas na Neo Química Arena.

Ficha técnica de Corinthians 2 x 0 Santos

Competição: Campeonato Brasileiro
Local: Neo Química Arena, São Paulo, SP
Data: 21 de novembro de 2021 (domingo)
Horário: 16h00 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi e José Eduardo Calza
Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins
Gols: Gabriel, (Corinthians)
Cartão amarelo: Roni (Corinthians)
Público: 43.381 pagantes (público total: 43.583)
Renda: R$ 2.566.138,80

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel e Du Queiroz (Roni); Renato Augusto, Gabriel Pereira (Willian) e Róger Guedes; (Gustavo Silva).
Técnico: Sylvinho

SANTOS: João Paulo; Kaiky, Luiz Felipe e Danilo Boza; Madson (Ângelo), Camacho (Raniel), Vinícius Zanocelo (Carlos Sánchez), Pirani (Lucas Braga) e Felipe Jonatan; Marcos Guilherme e Diego Tardelli.
Técnico: Fábio Carille

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida: Corinthians 2 x 0 Santos

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Paulo

    Paulo 27 comentários

    2432º. @paulo.sergio.gui em

    Timão 2 x 0 Santos

    Timão 2 x 0 Santos

  • Foto do perfil de Ethel

    Ranking: 8361º

    Ethel 181 comentários

    2431º. @ethel.rosemberg em

    Entendo que o Silvinho não é técnico para o Corinthians, pois, o time não evolui, porém, temos um elenco com deficiências, os jogadores tem que ter personalidade e algumas situações eles têm que assumir responsabilidades, ex; bolas cruzadas na nossa área é um verdadeiro sufoco e tomamos muitos gols assim, Cássio e os dois zagueiros falham com frequência, nossos dois zagueiros não assustam a defesa e o goleiro adversário em escanteios ou faltas laterais, faltam treinos, nossos jogadores de lado (laterais e atacantes) quase não cruzam, faltam treinos, hoje poderíamos ter definido o jogo no primeiro tempo, mas falta coragem e personalidade, já tomamos gols no finalzinho dos jogos e por isso não estamos garantido no G4, acredito que precisamos de mais três ou quatro reforços para brigarmos põe títulos em 2022.

x