Luvix/ União Corinthians 55 x 74 Corinthians - NBB 2021

NBB 2021 - Luvix/ União Corinthians 55 x 74 Corinthians

Partida de futebol entre Luvix/ União Corinthians 55 x 74 Corinthians nNBB 2021

https://www.meutimao.com.br/jogo/7257/nbb_2021/luvix_uniao_corinthians-55-x-74-corinthians

02:00

2022-04-14T20:30:00

Ginásio Poliesportivo Arnão

Endereço: Santa Cruz do Sul, Santa Cruz do Sul, RS, Brasil

Luvix/ União Corinthians 55 X 74 Corinthians

NBB 2021
14 de abril de 2022, 20:30
Luvix/ União Corinthians 55 x 74 Corinthians
Ginásio Poliesportivo Arnão, Santa Cruz do Sul, RS.

Sobre a Partida

Corinthians superou o Luvix pelo NBB

Corinthians vence Luvix/União Corinthians e se classifica aos playoffs do NBB

O Corinthians enfrentou o Luvix/União Corinthians, nesta quinta-feira, dependendo apenas de uma vitória para se classificar à próxima fase do Novo Basquete Brasil (NBB). A equipe alcançou seu objetivo e o triunfo veio por 74 a 55.

Um jogo que ganhou contornos de tensão no segundo quarto teve um responsável direto para que o Corinthians tomasse conta das ações. O armador Kyle Fuller, em noite inspirada, colaborou com 16 pontos na vitória do Timão.

A equipe treinada por Léo Figueiró agora busca uma colocação melhor na primeira fase do NBB. Vale ressaltar que, nos playoffs, é dada prioridade às equipes com melhor colocação preliminar.

Anota aí, Fiel! O próximo compromisso do Timão no NBB acontece no dia 16 de abril, neste sábado, quando a equipe viaja para enfrentar o Caxias do Sul, às 17h.

O jogo

Escalação

Léo Figueiró não promoveu grandes alterações em relação à equipe que costuma iniciar as partidas. O Timão foi à quadra tendo seu quinteto titular com Pedro Nunes, Figueiredo, Malcolm Miller, Renato Carbonari e Lucas Siewert.

Primeiro Quarto

Mesmo jogando fora de casa, a atuação do Corinthians nos minutos iniciais foi de muito ímpeto sobre a equipe do Luvix. A primeira cesta veio com Pedro Nunes, em arremesso que parecia triplo, mas que rendeu dois pontos ao Timão.

Na sequência, foi a vez de Malcolm Miller conseguir três pontos através de uma bandeja somada a uma falta, convertida em lance livre. A resposta do time da casa quase veio em bola de três, impedida por infração de Leozão.

Siewert foi, nos minutos iniciais, um fator de desequilíbrio do Corinthians. Por duas oportunidades, conduziu em velocidade em direção ao garrafão e forçou duas faltas adversárias, aumentando a vantagem do Timão. Malcolm Miller, se aproveitando dos rebotes, também serviu como solução às investidas ofensivas.

Com bom volume de jogo, a vantagem do Timão logo disparou para oito pontos. Incomodado com o desempenho de sua equipe, o técnico do Luvix pediu tempo técnico para corrigir as fragilidades ofensivas de seu quinteto titular. A troca na postura da equipe fragilizou o Corinthians e diminuiu a vantagem para três pontos. Final de quarto em 18 a 15 para o Timão.

Segundo quarto

O Corinthians iniciou o segundo quarto com uma proposta bem clara: brecar o crescimento do Luvix na partida. Alinhado com a ideia, Milligan iniciou os trabalhos com lindo arremesso de três no perímetro. Mike Simms, porém, reinseriu o Luvix no jogo com outra bola de três.

Logo, a tônica ofensiva do Corinthians se voltou totalmente ao armador Figueredo. A eficácia nas bolas de três, somada às boas conduções e bandejas, remontou a equipe treinada por Léo Figueiredo, que voltou a estabelecer vantagem de oito pontos no placar parcial.

Passado pouco mais de metade do segundo quarto, o Luvix voltou a pedir o tempo técnico para se reestabelecer no jogo. Até tal momento, a parte ofensiva da equipe se sustentava majoritariamente em Mike Simms, que causava dores de cabeça à defesa do Corinthians. A conversa funcionou de tal forma que o Luvix passou a liderar o placar pela primeira vez no jogo. Primeira metade encerrada em 36 a 35 para o Luvix/União Corinthians.

Terceiro quarto

O Corinthians precisou fazer o que ainda não tinha feito para disputar a vitória com o Luvix. Atrás no placar, Léo Figueiró precisou remontar sua estratégia para reinserir o Timão no duelo. Um primeiro quarto dominante havia dado lugar a um segundo quarto retraído por parte do Corinthians.

Kyle Fuller, que entrou durante o jogo, deu velocidade às ações de ataque do Corinthians. O que vimos no início do terceiro quarto foi uma grande parceria do estadunidense com Figueredo, com quem dividia a responsabilidade criativa do quinteto que estava em quadra.

Com pouco mais de três minutos jogados, o camisa 2 converteu uma bola de três, recolocando o Corinthians na liderança do placar. A boa influência se repetiria em mais um arremesso do perímetro, além de uma assistência, que resultaram em uma vantagem de 11 pontos do Corinthians a cinco minutos do fim do terceiro quatro.

No sistema defensivo, o destaque fica por conta de Lucas Siewert. O camisa 23 do Timão foi o principal responsável em bloquear as investidas adversárias com tocos e interceptações de passe. O crescimento do Timão, é claro, influenciou no placar final do terceiro quarto, que chegou ao fim em 56 a 42 para o Corinthians.

Quarto final

A tarefa de administrar o placar nos últimos dez minutos poderia soar fácil a um Corinthians que dominou o terceiro quarto sem grandes esforços. O Luvix, porém, não se deixou abater e foi para o "tudo ou nada" nas últimas voltas do relógio.

Fuller não demorou para executar sua principal arma do terceiro quarto. Com apenas três minutos jogados, acertou bola de três em lindo arremesso diagonal, levando o Corinthians à inédita vantagem de 19 pontos de diferença no placar parcial da partida.

Sólido na defesa e fatal no ataque, o Corinthians repetiu o domínio do terceiro quarto durante todo o último ato. Assim, a partida foi encerrada em 74 a 55 para o Timão.

Comente a partida: Luvix/ União Corinthians 55 x 74 Corinthians

x