Corinthians 2 x 1 Red Bull Bragantino - Brasileiro Feminino 2022

Brasileiro Feminino 2022 - Corinthians 2 x 1 Red Bull Bragantino

Partida de futebol entre Corinthians 2 x 1 Red Bull Bragantino nBrasileiro Feminino 2022

https://www.meutimao.com.br/jogo/7302/brasileiro_feminino_2022/corinthians-2-x-1-red_bull_bragantino

02:00

2022-03-05T14:00:00

Fazendinha

Endereço: Rua São Jorge, 777, São Paulo, SP, Brasil

Corinthians 2 X 1 Red Bull Bragantino

Brasileiro Feminino 2022
05 de março de 2022, 14:00
Corinthians 2 x 1 Red Bull Bragantino
Fazendinha, São Paulo, SP.

Sobre a Partida

Corinthians estreia com vitória de virada contra o Red Bull Bragantino no Brasileiro Feminino

O Corinthians estreou com vitória no Brasileirão Feminino. Jogando em casa, no estádio Alfredo Schürig, a Fazendinha, o Timão fez bonito em seu primeiro jogo no campeonato e bateu o Red Bull Bragantino por 2 a 1.

As visitantes abriram o placar e o Corinthians demorou a conseguir buscar o empate, que saiu em um gol contra. Com o placar igualado, o Corinthians cresceu no jogo e conseguiu a virada ainda no primeiro tempo.

Anota aí, Fiel! O Corinthians volta a entrar em campo no próximo dia 14, quando enfrenta o Atlético-MG. No Estádio das Alterosas, a bola rola às 20h.

Escalação

O Corinthians teve 11 desfalques para a partida desta tarde. Além das lesionadas Kemelli, Katiuscia, Erika e Natascha, o Timão não contou com Tainá (em transição para o campo após LCA), Adriana (torção no tornozelo), Jheniffer (tendinite no joelho), Lia Salazar (resolvendo problemas pessoais na Colômbia), Tamires (inflamação no joelho), Gabi Portilho e Gabi Zanotti (canelite).

Assim, o técnico Arthur Elias escalou a equipe com Lelê, Paulinha, Gi Campiolo, Tarciane, Yasmim, Diany, Grazi, Mariza, Jaque, Mylena e Bianca Gomes. Além disso, por conta dos desfalques, a equipe teve algumas jogadoras da base no banco de reservas.

Time titular do Corinthians para enfrentar o Red Bul Bragantino

Meu Timão

O jogo

Primeiro tempo

As equipes começaram a partida se estudando e valorizando bastante a troca de passes. O Red Bull Bragantino fazia a marcação em linha alta e dificultava a saída de bola do Corinthians. Na primeira boa oportunidade, no entanto, Timão chegou perto de abrir o placar.

Jaque recebeu o lançamento pela direita, venceu a marcação e saiu em velocidade. Na entrada da área, ela tocou para Grazi, que bateu de primeira no canto. A bola caprichosamente desviou no pé da trave e saiu pela linha de fundo em tiro de meta.

O Corinthians trocava passes em busca de espaço e conseguiu chegar mais uma vez, agora pelo meio. Gi Campiolo acionou Grazi e a camisa 7 abriu o jogo na direita com Jaque, que fez o cruzamento alto. Mylena ameaçou uma bicicleta, mas acabou deixando a bola passar.

As grandes jogadas corinthianas aconteciam pela direita com a camisa 30 na construção. Mais uma vez Jaque recebeu o passe, avançou para a linha de fundo, venceu a marcação e cruzou para Grazi. A camisa 7 dominou, girou e bateu, mas a bola explodiu na zaga.

A pressão alta do Red Bull dificultava a troca de passes do Corinthians na área. Tarciane e Yasmim quase se complicaram com as marcações de Lay e Ariel, mas a dupla contou com a ajuda de Lelê para desafogar o perigo.

Foi exatamente pelo lado esquerdo da defesa corinthiana que as visitantes abriram o placar. A bola foi cruzada na área e Lelê não saiu. A sobra ficou com Luana, que tocou sem forças, viu a bola desviar na trave e morrer no fundo da rede. O Corinthians tentou a resposta rápida com Yasmim em cobrança de falta, mas a bola saiu por cima do gol.

Com cerca de 30 minutos o jogo foi paralisado para hidratação. Na volta, o Timão seguiu pressionando e tentou mais uma jogada com Mylena, que não teve sucesso. Nos minutos finais de jogo, o Corinthians reclamou de pênalti quando a zagueira tentou afastar o perigo e desviou a bola com a mão, mas a arbitragem nada marcou.

O técnico Arthur Elias optou por não esperar o intervalo para fazer a primeira mudança: Miriã foi acionada para a vaga de Mylena. Pouco depois da mudança, no entanto, quem chegou foi o Red Bull: Joyce recebeu o passe pelo meio e tentou o domínio, mas viu Gi Campiolo se recuperar e ficar com a bola.

A mudança corinthiana logo surtiu efeito. Miriã recebeu o passe pela esquerda, tabelou com Mariza e foi para a linha de fundo. O cruzamento rasteiro foi mal afastado pela defesa e Débora tocou contra o próprio gol, empatando o jogo na Fazendinha.

O Red Bull tentou o segundo gol com Raquel, que aproveitou a sobra na entrada da área e bateu com força, mas Lelê caiu bem para fazer a defesa segura. Apesar disso, quem voltou a marcar foi o Corinthians: Miriã venceu a marcação no meio de campo e avançou até a linha de fundo pela esquerda. O cruzamento deixou a bola viva em um bate rebate dentro da área e Bianca não perdeu a oportunidade de marcar seu gol e colocar o Timão em vantagem.

Segundo tempo

O Corinthians voltou para o segundo tempo já com uma alteração: Yasmim deu lugar para Juliete na lateral-esquerda. A camisa 6 conseguiu a primeira jogada do Timão na segunda etapa, mas o cruzamento morreu nas mãos da goleira Karol.

O Timão chegou ao terceiro gol quando Juliete recebeu o passe de Diany e cruzou na área. A bola desviou na marcação e entrou no gol, mas o árbitro anulou o tento por falta em Ingryd. O Corinthians insistia nas chegadas pela esquerda e a nova tentativa de Jaque foi desviada em escanteio. Na cobrança, a bola passou por Tarciane e foi bem afastada por Tatiane.

Os minutos seguintes foram marcados por posse do Corinthians, mas as atletas tinham dificuldade em conseguir espaço para as jogadas. Com a dificuldade de criação do Timão, Arthur Elias voltou a mexer na equipe e colocou Ellen e Andressa nos lugares de Bianca e Grazi.

A etapa final teve bem menos intensidade que o primeiro tempo. As equipes trocavam passes e as defesas se sobressaíam. Em uma falha do sistema defensivo doo Red Bull, no entanto, o Timão chegou perto do terceiro gol. Tarciane recebeu o passe pelo meio e invadiu a área para bater na saída da goleira Karol, que fez boa defesa com os pés.

O Corinthians voltou a tentar o gol quando Miriã recebeu bom passe em profundidade na esquerda. Ela venceu a marcadora e bateu rasteiro, mas a goleira adversária voltou a ter boa intervenção. Apesar das boas jogadas corinthianas, a equipe visitante chegou perto do empate. Ariel recebeu o passe com a linha defensiva do Timão desorganizada, driblou a goleira Lelê e bateu com o gol livre, mas mandou a bola para fora.

Já nos minutos finais, mais um momento histórico para o Corinthians: mais uma atletas da base estreou na equipe. A zagueira Gi Campiolo deu lugar para Julia Brito. O Timão ainda tentou mais um gol já nos acréscimos, quando Ellen conseguiu o cabeceio com força, mas a bola saiu por cima do gol.

Ficha técnica de Corinthians 2 x 1 Red Bull Bragantino

Competição: Campeonato Brasileiro Feminino
Local: Estádio Alfredo Schürig, São Paulo, SP
Data: 05 de março de 2022 (sábado)
Horário: 14h00 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Cesar Francisco
Assistentes: Fabrini Bevilaqua Costa e Leandra Aires Cossette
Gols: Bianca Gomes e Débora (gol contra) (Corinthians); Luana (Red Bull Bragantino)
Cartões amarelos: Diany (Corinthians); Ingryd (Red Bull Bragantino)

CORINTHIANS: Lelê; Paulinha, Giovanna Campiolo (Julia Brito), Tarciane e Yasmim (Juliete); Diany, Grazi (Ellen Cristine), Mariza e Jaqueline; Mylena (Miriã) e Bianca Gomes (Andressa).
Técnico: Arthur Elias

RED BULL BRAGANTINO: Karol Alves; Ingryd (Taiane), Flavia, Débora (Isabela) e Taba (Lele); Mylena, Raquel (Larissa), Lay e Joyce; Luana e Ariel.
Técnico: Rosana Augusto

Comente a partida: Corinthians 2 x 1 Red Bull Bragantino

x