Mancini deixa escalação do Corinthians em aberto para jogo com Atlético-MG e projeta duelo intenso

17 mil visualizações 90 comentários

Por Julia Raya e Rodrigo Vessoni

Vagner Mancini projetou o duelo entre Corinthians e Atlético-MG

Vagner Mancini projetou o duelo entre Corinthians e Atlético-MG

Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

O Corinthians tem mais um desafio pelo Campeonato Brasileiro no próximo sábado, quando enfrenta o Atlético-MG, às 19h, na Neo Química Arena. Tendo que lidar com desfalques importantes, o técnico Mancini deixou a escalação da equipe em aberto e projetou um duelo intenso contra os mineiros.

Vagner Mancini já sabia que teria que lidar com o desfalque de Xavier, suspenso por três cartões amarelos, além de Otero, que serve a Seleção Venezuelana, Cazares lesionado e Fábio Santos, que não pode enfrentar seu ex-clube. Além da dupla, o treinador terá também as baixas de Jô e Mateus Vital, diagnosticados com Covid-19. Assim, o treinador deixou em aberto a equipe que deve ir a campo.

"O Xavier, infelizmente, está suspenso para a partida. É óbvio que fizemos outras formações ao longo da semana. Existe a possibilidade do Cantillo entrar, ou qualquer outro do setor. Vi um meio campo com dificuldade de construção, então o nome dele (Cantillo) passa a ser forte pela saída de jogo, passe de qualidade. Mas quando tenho a prioridade de marcação, a escolha muda. Essa semana foi aberta, testamos várias formações, e amanhã vamos escolher os que se saíram melhor e demonstraram o equilíbrio que preciso que a equipe tenha dentro de campo", pontuou, em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava.

O Atlético-MG é atualmente o vice-líder do torneio nacional, ao lado do Flamengo, único time que derrotou o Timão na competição desde que Vagner Mancini assumiu a equipe. Apesar da campanha parecida entre mineiros e cariocas, Mancini analisou os times com modelos de jogo diferentes e projetou "superações" do Timão em campo.

"São estilos diferentes, o Inter jogo mais apoiado, Atlético mais na intensidade. Temos de neutralizar os pontos fortes. Esquema do Sampaoli é velocidade para a bola chegar nos dois extremos, e Inter era diferente. Mas a tônica é a mesma, tem de se superar em alguma coisa, na vontade, parte tática ou organização para tecnicamente a equipe render, já vimos que pode render. Buscar o melhor de cada atleta é nossa tarefa número 1. Se entra concentrado, a chance de boa performance melhora muito. Estávamos numa situação bem mais difícil, mas ela ainda não é fácil, permanece, queremos fazer parte de outro bloco e precisamos fazer bons jogos para ter confiança", analisou.

O Corinthians, por outro lado, ocupa a 10ª colocação geral do Brasileirão, com 25 pontos conquistados, e vai atrás de mais uma vitória para seguir em busca da primeira metade da tabela. Assim, Mancini analisou os adversários e contou que estudou com os atletas a equipe mineira.

"Eu encaro como jogo normal. É um jogo de peso, grande, que envolve muita coisa. Do outro lado temos um técnico com um bom trabalho. É importante nos cobrar cada dia mais. Acho que técnico não tem nacionalidade, tem competência. Não podemos comparar entre nós, porque as escalações também tem estrangeiros. Não podemos sair para esse viés. O time do Sampaoli costuma ser intenso e sabemos que, um piscar de olhos hoje, pode arrumar ou arruinar um sistema", pontuou o comandante alvinehro.

"Eles estão atentos a tudo, tentamos retratar o que tá sendo feito do outro lado. Mostramos vídeos, o que pode acontecer. O jogador precisa vivenciar o que pode acontecer no jogo durante a semana. O resultado é importante, mas não dirijo o foco do resultado para mim. Não sou e nunca pensei dessa forma. Faço parte de uma engrenagem, a minha participação é até certo ponto, depois eles entram em cena. Sou parte da equipe, e quero que me enxerguem assim. Seguindo nessa linha, tenho certeza que vou ajudá-los em campo", finalizou o treinador.

Veja mais em: Vagner Mancini, Campeonato Brasileiro e Elenco do Corinthians.

Veja Mais:

  • Gustavo Mantuan pode ser envolvido em troca por Yuri Alberto

    Corinthians pode ceder dois jogadores ao Zenit para ter Yuri Alberto; saiba bastidores

    ver detalhes
  • Corinthians reencontra o Santos na noite deste sábado, agora pelo Brasileirão

    Corinthians reencontra Santos na Neo Química Arena pelo Brasileirão; saiba tudo

    ver detalhes
  • Torcedores do Boca Juniors cometeram ato de racismo no último confronto contra o Corinthians

    Boca Juniors é punido pela Conmebol após casos de racismo em duelo contra o Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno Méndez está liberado para reestreia no Corinthians

    Bruno Méndez é registrado no BID e está liberado para fazer reestreia pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Erick Pulgar pertence à Fiorentina, da Itália; volante é constantemente convocado para a seleção chilena e defendeu o Galatasaray na última temporada

    Corinthians tem conversas para a contratação de volante chileno Erick Pulgar

    ver detalhes
  • Balbuena atuou pelo Corinthians entre 2016 e 2018. Após conquistar três títulos no Parque São Jorge - dois títulos do Paulistão e um do Brasileirão - o defensor foi atuar no West Ham, da Inglaterra

    Corinthians demonstra interesse e Balbuena tenta liberação na Rússia; grande europeu é obstáculo

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x