Corinthians de Sylvinho tem a terceira pior média de gols do clube no Brasileirão neste século

8.7 mil visualizações 329 comentários

A equipe de Sylvinho tem a terceira pior média de gols marcados do Corinthians neste século no Brasileirão (2001-2021)

A equipe de Sylvinho tem a terceira pior média de gols marcados do Corinthians neste século no Brasileirão (2001-2021)

Rodrigo Coca / Agência Corinthians

O Corinthians de Sylvinho tem a terceira pior média de gols marcados do clube neste século no Brasileirão (2001-2021). O levantamento é exclusivo do portal Meu Timão - veja abaixo ano a ano.

Em 21 jogos, a equipe balançou a rede adversária apenas 20 vezes (média de 0,95). Foram cinco jogos em branco (Atlético-GO, Bahia, São Paulo, Fortaleza e Santos), um jogo com três gols (Ceará), dois com dois gols (Sport e Cuiabá) e, em todos os outros 13 jogos, apenas um tento.

Essa média de 0,95 por partida só não é pior do que outras duas vezes desde o Brasileirão-2001: 0,71, em 2013, quando Tite não conseguiu remobilizar seu time campeão de tudo nos meses anteriores; e 0,89, em 2018, quando a equipe terminou a dois pontos da zona de rebaixado e teve três treinadores (Carille, Osmar Loss e Jair Ventura).

A sexta colocação na atual competição nacional se sustenta mais pela pequena quantidade de gols tomados - segunda menos vazada, com 18 em 21 jogos -, do que com o poder ofensivo da equipe.

Algo que, com a chegada dos reforços do meio pra frente, passou a não bastar para boa parte da torcida. A pressão sofrida pelo treinador, como mostrado pelo Meu Timão, aumentou bastante após o terceiro empate seguido por 1 a 1, sendo dois deles na Neo Química Arena.

Em tempo: dos 20 gols marcados pelo Corinthians no Brasileirão-21, a artilharia está assim: Jô (5), Roni (3), Adson (3), Fábio Santos (1), Gabriel (1), Gabriel Pereira (1), Giuliano (1), Gustavo Mosquito (1), Róger Guedes (1), Renato Augusto (1) e Vitinho (1), além de Maidana, do Sport, contra.

Médias de gols marcados do Corinthians no Brasileirão neste século (2001-2021)

2001 - 1,70 (27j)
2002 - 1,61 (31j)
2003 - 1,32 (46j)
2004 - 1,17 (46j)
2005 - 2,07 (42j)
2006 - 1,07 (38j)
2007 - 1,05 (38j)
2008 - não disputou
2009 - 1,31 (38j)
2010 - 1,71 (38j)
2011 - 1,39 (38j)
2012 - 1,34 (38j)
2013 - 0,71 (38j)
2014 - 1,28 (38j)
2015 - 1,86 (38j)
2016 - 1,26 (38j)
2017 - 1,31 (38j)
2018 - 0,89 (38j)
2019 - 1,10 (38j)
2020 - 1,18 (38j)
2021 - 0,95 (21j)

Veja mais em: Sylvinho, Campeonato Brasileiro e História do Corinthians.

Veja Mais:

  • Gabi Zanotti marcou o gol da vitória do Corinthians contra a Ferrroviária

    Corinthians vence Ferroviária e larga na frente por uma vaga na final do Paulistão Feminino

    ver detalhes
  • Em 2013, Sylvinho trabalhou como assistente de Tite no Corinthians

    Sylvinho fala sobre gratidão a Tite e enaltece conquistas do ex-treinador do Corinthians

    ver detalhes
  • Presidente do Corinthians, Duilio Monteiro, falou sobre os reforços de peso

    Duilio revela o percentual do Corinthians nos direitos de 'quarteto mágico'

    ver detalhes
  • Giovane marcou três dos cinco gols na goleada do Corinthians neste sábado

    Corinthians goleia Velo Clube em estreia da segunda fase do Paulistão Sub-20

    ver detalhes
  • Corinthians apresentou balancete dos oito primeiros meses sob o comando de Duilio Monteiro Alves

    Corinthians registra novo superávit com redução de gastos significativa em balancete até agosto

    ver detalhes
  • Giuliano durante a atividade deste sábado no CT Joaquim Grava

    Corinthians faz treino tático com presença de Renato Augusto e Giuliano neste sábado

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x