Corinthians vence o Athletico-PR na Neo Química Arena com gol de pênalti de Fábio Santos

22 mil visualizações 423 comentários

Por Meu Timão

Fábio Santos marcou gol de pênalti e o Corinthians voltou a vencer no Brasileirão

Fábio Santos marcou gol de pênalti e o Corinthians voltou a vencer no Brasileirão

Danilo Fernandes / Meu Timão

Corinthians 1 X 0 Athletico-PR

Brasileirão 2021
28 de novembro de 2021, 16:00
Corinthians 1 x 0 Athletico-PR
Neo Química Arena

O Corinthians venceu o Athletico-PR na tarde deste domingo, na Neo Química Arena. Pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, a partida terminou com o placar de 1 a 0. Fábio Santos marcou de pênalti o gol da vitória.

Jogando para mais de 37 mil pessoas, o Timão foi dominante durante os 90 minutos, teve mais posse de bola e pouco foi ameaçado pelo adversário. O triunfo é o oitavo seguido da equipe dentro da Arena.

Com mais três pontos, o Corinthians chega aos 56 e permanece na quarta colocação da tabela. O Palmeiras, na terceira posição, tem 59 e um jogo a menos.

Anota aí, Fiel! O próximo compromisso do Timão no Brasileirão acontece daqui uma semana, no domingo que vem. Novamente na Neo Química Arena, o time recebe o Grêmio, às 16h, pela 37ª rodada.

Escalação

Sylvinho promoveu os retornos de Renato Augusto e Fábio Santos ao time titular. Dessa forma, o Corinthians iniciou o jogo com: Cássio; Fagner, Gil, João Victor e Fábio Santos; Gabriel, Du Queiroz, Renato Augusto, Gabriel Pereira e Róger Guedes; Jô.

Escalação titular do Corinthians

Meu Timão

Do outro lado, o Athletico-PR foi a campo com: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nico Hernández; Marcinho, Erick, Cittadini, Abner; Nikão, Christian e Pedro Rocha.

O jogo

Primeiro tempo

Os primeiros minutos de jogo foram de muito toque de bola da defesa do Corinthians, marcação forte do Athletico-PR e poucas jogadas ofensivas.

A primeira chance alvinegra aconteceu aos sete minutos. Róger Guedes e Renato Augusto tabelaram pela esquerda até que o camisa 8 recebeu no bico da grande área. Ele ajeitou para a perna direita e arriscou. Santos espalmou para escanteio.

Na cobrança, Guedes tentou jogada ensaiada com Fagner, cobrando nos pés do lateral, que chutou de longe, mas mandou pra fora.

O Athletico-PR respondeu aos 11, com Cittadini chutando de longe e Cássio encaixando a bola.

Aos 12, Du Queiroz antecipou a saída de bola do adversário e roubou a bola do zagueiro. De frente para o gol, ele arriscou, mas o chute foi desviado e saiu por cima do gol.

O Timão seguiu trabalhando a bola e jogando no campo de ataque, mas parando na marcação. O adversário apostava no contra-ataque.

Aos 25, o Athletico-PR chegou à área de Cássio tocando a bola. Após jogada pela direita, Pedro Rocha recebeu de frente para o gol e livre na grande área. O atacante chutou, mas João Victor estava no caminho para cortar.

O Corinthians chegou com muito perigo aos 33. Renato Augusto puxou contra-ataque e fez grande lançamento para Jô, que saiu livre nas costas da zaga. O atacante entrou na área cara a cara com o goleiro e finalizou de perna esquerda. A bola bateu na trave. O rebote sobrou nos pés de Gabriel Pereira, que arriscou e mandou pra fora.

Róger Guedes também criou uma chance aos 38. O camisa 123 partiu com a bola dominada na intermediária e tentou chute colocado. Santos agarrou.

No final do primeiro tempo, o árbitro assinalou dois minutos de acréscimo. Não deu tempo para nenhuma das equipes criar mais jogadas e a partida foi para o intervalo empatada sem gols.

Segundo tempo

Na volta para a segunda etapa, Sylvinho colocou Willian na vaga de Gabriel Pereira.

Os times mantiveram a postura adotada no primeiro tempo. O Corinthians tentava construir suas jogadas com toque de bola. O Athletico-PR se defendia e contra-atacava

Em um desses lances, Cittadini foi derrubado por Gabriel na risca da grande área. O volante levou amarelo e está suspenso para o próximo jogo. Na batida, Nikão mandou na barreira.

Aos 17, o Timão chegou pela esquerda. Róger Guedes lançou Renato Augusto na área e o camisa 8 tentou cruzar rasteiro para o meio. Marcinho deu o carrinho para tentar cortar e a bola tocou no braço do defensor. O juiz marcou a penalidade máxima. Fábio Santos bateu alto no centro do gol e abriu o placar na Neo Química Arena.

O Corinthians seguia no ataque. Aos 24, Jô tabelou com Willian e deixou o camisa 10 na cara do gol. De direita, ele bateu e parou no goleiro Santos. O lance foi anulado pelo bandeira por impedimento do camisa 77.

Após o gol, o Timão diminuiu o ritmo e recuou as linhas. Aos 36, Sylvinho sacou Jô e Gabriel para as entradas de Gustavo Silva e Xavier.

Em seu primeiro lance, Mosquito recebeu em profundidade na área e ganhou do zagueiro na corrida. Ele chutou de perna direita, mas a batida saiu muito torta e foi para fora.

Aos 43, Fagner recebeu cartão amarelo. O lateral também estava pendurado e não enfrenta o Grêmio.

Aos 44, Du Queiroz deixou o campo para a entrada de Roni. Foi o segundo jogo do volante após o retorno da lesão no joelho.

Aos 46, Terans quase marcou o gol de empate. Ele recebeu bola alta na área, finalizou dividindo com Cássio e a bola passou perto do travessão.

O juiz marcou cinco minutos de acréscimo. Apesar da pressão final do Athletico-PR, não deu tempo para mais nada e o jogo terminou em vitória corinthiana por 1 a 0.

Veja mais em: Corinthians x Athletico-PR, Campeonato Brasileiro e Neo Química Arena.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

x