Sylvinho evita projetar o ano de 2022 e repete discurso sobre importância do 'jogo a jogo'

1.6 mil visualizações 59 comentários

Por Meu Timão

Em entrevista coletiva, o técnico Sylvinho reiterou a importância dos dois jogos restantes do Brasileirão 2021 e evitou falar sobre a próxima temporada

Em entrevista coletiva, o técnico Sylvinho reiterou a importância dos dois jogos restantes do Brasileirão 2021 e evitou falar sobre a próxima temporada

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

No último domingo, o Corinthians recebeu o Athletico-PR na Neo Química Arena e venceu por 1 a 0. Agora, o Timão só possui mais duas rodadas a cumprir até o encerramento do Campeonato Brasileiro 2021. Com isso, o técnico Sylvinho foi questionado sobre o seu trabalho na temporada atual.

"Com relação ao campeonato, tem duas rodadas ainda muito importantes para nós. Os números não são finais, estamos satisfeitos de ter entrado no G4, mas ainda não terminou. Está tudo muito apertado, os números estão ali. Temos falado isso ao elenco e nas entrevistas, não tem nada decidido. É muito bom estar na posição que nós estamos, feliz por isso, manter requer suor e dedicação", disse o treinador em entrevista coletiva pós-jogo.

Com o triunfo em cima do time paranaense, o clube do Parque São Jorge chegou aos 56 pontos e assegurou a quarta posição na tabela. Em busca de uma vaga direita para a fase de grupos da Libertadores, a equipe de Sylvinho, ao menos, já está garantida para a disputa do próximo torneio sul-americano.

"Faltam dois jogos, não há a mínima condição de fazer uma análise de objetivos. Desde minha chegada eu tenho dito que vamos jogo a jogo. O campeonato é difícil, equilibrado, desgastante, que se joga 38 jogos em um espaço de temos muito curto, com viagens longas, com pouca recuperação. Alguns desses times jogam campeonatos internacionais e tem desgaste maior, não foi nosso caso, mas estou falando de uma forma ampla. Estamos absolutamente focados nas duas próximas partidas. A partir daí, fazemos outra análise", completou o comandante.

As duas partidas restantes são diante do Grêmio e do Juventude. Em princípio, o time alvinegro faz sua última partida do ano no estádio de Itaquera no próximo domingo, às 16h, contra a equipe de Vagner Mancini. Por fim, encerra sua temporada de 2021 na próxima quinta-feira, dia 9, às 21h30, quando enfrenta o Juventude, no Rio Grande do Sul.

Próximo de um novo ano no comando do Timão, Sylvinho foi questionado sobre as futuras projeções. No entanto, o técnico preferiu não projetar os próximos passos do clube e se ater ao fim da competição atual.

"Nós temos que terminar o nosso campeonato, jogo a jogo. Esse é um campeonato, eu disse recentemente, o último título, não é o caso agora, mas ele foi disputado nos últimos minutos de um jogo do qual o outro time estava esperando terminar. É um campeonato equilibrado, difícil, muito complicado, de maneira que nós estamos jogo a jogo e nós vamos para o próximo que é domingo, também importante e dificílimo, como todos os demais. Quando se encerrar o campeonato, vamos entender o trabalho e fazer uma análise e a partir daí a gente consegue comentar e expressar mais coisas, explicar mais coisas. O momento agora é de focar, o campeonato não acabou", declarou.

Até o momento, Sylvinho tem um retrospecto de 38 jogos no comando do Corinthians, sendo 36 deles pelo Brasileirão. Os outros dois foram válidos pela terceira fase da Copa do Brasil, quando foi eliminado pelo Atlético-GO. Ao todo, o treinador possui 15 vitórias, 12 empates e 11 derrotas, totalizando um aproveitamento de 50%.

"Nós estamos absolutamente focados nos jogos que temos. Não quero ser repetitivo. Sei que onde eu vivo gera esse tipo de situação. Respeito o momento, a situação. Nosso foco é jogo a jogo, é só ver a competitividade do campeonato. Precisa sempre suar para ganhar jogos, fazer três pontos, e não somos só nós, o campeonato mostra isso. Os demais clubes que têm outros objetivos estão suando muito, é um campeonato difícil por vários motivos", reafirmou.

Durante a entrevista coletiva, o comandante do clube de Itaquera ainda falou sobre a punição prevista no campeonato referente ao excesso de cartões amarelos. Isso porque dois de seus atletas, que estavam pendurados, foram advertidos contra o Athletico-PR e irão desfalcar a equipe diante do Grêmio. Trata-se do volante Gabriel e do lateral-direito Fagner.

"Eu não entendo como um campeonato tão difícil, num país com dimensões continentais, que poderia se jogar com mais tempo, se joga com menos. Então porque com três cartões a gente já não pode colocá-lo em campo? Não é assim em outros cenários, temos que privilegiar que o atleta possa jogar. É pra coibir violência? Vermelho, amarelo... não estamos nos anos 90, com entradas pesadas. Hoje temos VAR, temos que ter atletas com mais qualidade em campo. É um detalhe que sempre penso para ter melhor qualidade no nosso campeonato", finalizou.

Veja mais em: Sylvinho e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Corinthians e Palmeiras se enfrentam na estreia da Supercopa do Brasil Feminina

    Corinthians estreia na Supercopa Feminina na Neo Química Arena e com jogo na Globo; veja detalhes

    ver detalhes
  • Ivan está em vias de ser anunciado pelo Corinthians

    Acordo na Justiça aproxima anúncio de Ivan pelo Corinthians; entenda

    ver detalhes
  • Sylvinho e sua comissão técnica pensam na possibilidade de trocar algumas peças para domingo, diante do Santo André

    Comissão técnica do Corinthians estuda mudanças na escalação para o duelo com o Santo André

    ver detalhes
  • Willian e Diego Costa jogaram juntos no Chelsea e poderiam ter se reencontrado no Corinthians

    Willian detalha conversas com Diego Costa durante negociação com o Corinthians

    ver detalhes
  • Lelê pode retornar ao Corinthians ainda nesta temporada

    Corinthians negocia retorno de goleira Lelê ao clube

    ver detalhes
  • Rodrigo Varanda tem seu nome envolvido em mais uma polêmica

    Ex-vizinha denuncia atacante do Corinthians por ameaça de agressão

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x