Diretores do Corinthians defendem permanência de Sylvinho e comentam comparação com Tite

1.6 mil visualizações 43 comentários

Por Meu Timão

Alessandro defendeu o trabalho de Sylvinho no Corinthians

Alessandro defendeu o trabalho de Sylvinho no Corinthians

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Pouco mais de uma semana antes da estreia do Corinthians no Campeonato Paulista, o diretor de futebol Roberto de Andrade e o gerente Alessandro Nunes defenderam a permanência de Sylvinho no comando da equipe. O treinador, ainda muito criticado, tem a confiança da direção para a temporada.

Em participação no Arena SBT da última segunda-feira, Roberto e Alessandro comentaram os pontos positivos entregues por Sylvinho no comando do Corinthians. O ex-lateral e hoje gerente de futebol, Alessandro Nunes, afirmou que o treinador conseguiu ajustar a equipe em pouco tempo e confia que isso se demonstrará melhor ao longo de 2022.

"Após a chegada do Sylvinho, por conta da pandemia e o não convívio da imprensa, ele chegou e já se deparou com isso. Vocês muito distante do departamento, com ele fazendo trabalho, conceito e metodologia, e sempre avaliado em 90 minutos. Chegou em processo total de mudança, com pouquíssimas chegadas e uma mudança no processo. Detectamos muito rapidamente que ele foi ajustando a equipe. Antes da chegada dele, tomávamos muitos gols, mudávamos muito no setor defensivo, atletas que já passaram pelo clube com dificuldades", disse Alessandro.

"O primeiro ponto que ele acertou e equilibrou foi o setor defensivo, em um prazo muito rápido. Depois, na fase da armação, não tinha tantas peças e conseguiu modificar com a chegada de Giuliano e Renato. Acho que o ponto principal é a distância que a imprensa passou a ter do departamento e treinador. Nessa semana proporcionamos duas situações para ter mais convívio, entender mais o que o treinador está pedindo, conceito… não é mais um pega pega, vamo vamo", completou.

Já Roberto de Andrade destacou o salto dado pelo Corinthians na tabela do último Campeonato Brasileiro. O diretor de futebol disse que o atleta não se forma sozinho e que, por isso, Sylvinho tem os méritos da equipe ter brigado por uma vaga direta para a Libertadores na última temporada.

"O Corinthians estava em 13º ou 14º e terminou em quinto. Tem que ter mérito. Atletas não se formam dentro do vestiário e vão para o campo sem nenhuma orientação, isso não existe. Você tem que achar o lugar certo de cada um para jogar. O Flamengo quando chegar na área para atacar, se você não tiver isso para defender você vai tomar muito gol", explicou Roberto de Andrade.

A insistência em manter Sylvinho no cargo já chegou a ser comparada com a manutenção de Tite, em 2011, em outras oportunidades. Apesar dos profissionais já terem estado juntos tanto no Corinthians quanto na Seleção, Alessandro evitou a comparação entre os treinadores.

O gerente de futebol do Timão destacou que o atual técnico do Corinthians não tem tanta experiência quanto o técnico da Seleção Brasileira, mas torce para que Sylvinho encontre um sucesso semelhante ao de Tite.

"Não dá pra comparar um profissional com outro. Sylvinho está iniciando sua carreira enquanto treinador, Tite já tinha um lastro de conhecimento estafe mais preparado. Vamos só recordar, que em 2011, se não fosse o Andrés, o Tite não teria a condição de ganhar tudo", finalizou Alessandro.

Veja mais em: Diretoria do Corinthians, Técnicos do Corinthians, Sylvinho e Elenco do Corinthians.

Veja Mais:

  • Vítor Pereira comandando o Corinthians contra o Boca Juniors

    Vítor Pereira dá resposta bem-humorada a torcedor ao falar sobre Róger Guedes no Corinthians

    ver detalhes
  • Fagner segue em recuperação de entorse

    Corinthians atualiza situação de Fagner e retorna ao CT apenas com atletas em recuperação física

    ver detalhes
  • Róger Guedes durante o último jogo do Corinthians contra o Cuiabá

    Jogo entre Corinthians e Cuiabá pelo Brasileiro sofre alteração de data e horário

    ver detalhes
  • O Corinthians foi eliminado pelo São Paulo na semifinal do Paulista 2022, com dois dias a menos de descanso que rival

    Situação se inverte e Corinthians tem 48 horas a mais de recuperação que o rival para o Majestoso

    ver detalhes
  • Robson Bambu está emprestado ao Corinthians até dezembro deste ano

    Corinthians manifesta apoio a Robson Bambu após encerramento de caso de suposto estupro; veja

    ver detalhes
  • O relato de um torcedor do Corinthians que viveu momentos de tensão para ver o jogo na Bombonera

    [Rafael Castilho] O relato de um torcedor do Corinthians que viveu momentos de tensão para ver o jogo na Bombonera

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x