Jovem que acusou Robson Bambu de estupro quebra silêncio e revela medo da impunidade

12 mil visualizações 61 comentários

Por Meu Timão

Mulher que acusou Robson Bambu por estupro de vulnerável falou sobre o caso ocorrido em fevereiro de 2022

Mulher que acusou Robson Bambu por estupro de vulnerável falou sobre o caso ocorrido em fevereiro de 2022

Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Após quase três meses que a denúncia de Robson Bambu por estupro a uma jovem de 25 anos veio a público, a garota quebrou o silêncio sobre o assunto. O jogador, vale lembrar, segue integrado ao elenco do Corinthians.

Sem ter sua identidade revelada, a jovem conversou com a reportagem do UOL Esporte. A mulher registrou um boletim de ocorrência no início de fevereiro. Nele, a mulher conta que foi à uma festa a convite de Wellington Sobral, amigo de Robson Bambu e conhecido com Pezinho. No local, a garota afirmou ter ingerido "no máximo dois ou três copos de vodka e que não se lembra de nada após ter deitado com o amigo de Bambu - o jogador do Corinthians se envolveu com uma amiga da acusação.

"A única coisa de que me lembro foi ter me deitado com o Pezinho. A gente estava junto. Depois disso, não me lembro de mais nada. De repente, acordei e vi o Robson em cima de mim, completamente nu, com a mão dentro de mim", afirma. "Eu também estava nua. Olhei para o lado e vi o Pezinho, assistindo a tudo", disse a mulher, que afirmou ter levantado rapidamente para ir atrás de sua amiga na sequência.

"O Robson veio atrás de mim e me levou até o quarto em que minha amiga estava. Ela abriu a porta para a gente sem entender o que estava acontecendo. Eu expliquei, e o Robson começou a discutir comigo, dizendo que eu tinha entendido errado, que ele e o Pezinho estavam só conversando. Disse que tem uma filha e não teria motivo para fazer aquilo", completa a moça.

A mulher afirmou que trabalha como modelo fotográfica em agências e que, no dia do ocorrido, perdeu um ensaio por ter acordado atrasada. A defesa de Robson Bambu e Pezinho afirma que esse teria sido o motivo pela qual a jovem ficou com raiva e quis "se vingar dos dois". Já a mulher disse que Pezinho a procurou para oferecer dinheiro para cobrir a perda financeira e para "resolver a questão".

"Do hotel, fui para a minha casa. Enquanto tomava banho, caiu a ficha de que eu havia sido estuprada. Liguei para a minha amiga, mas ela demorou para ver o celular. Então, fui sozinha para a delegacia. Ela me encontrou lá horas depois", relembra a moça, que chora ao relembrar o dia. "Em todo momento que passei na delegacia, duvidei de mim mesma. Mas não tive medo de denunciar", revelou.

A Polícia Civil de São Paulo já finalizou as investigações sobre o caso. Desde então, as partes esperam a decisão do Ministério Público se irá apresentar denúncia contra o jogador e seu amigo ou se o inquérito será arquivado.

A mulher, vale lembrar, chegou a fazer exame de corpo de delito - onde foi constatada uma lesão no ânus - ela diz não se lembrar de ter tido relações anais. Já no exame toxicológico, o álcool não foi detectado - a defesa dela alega em razão da quantidade baixa consumida. Apesar disso, o exame apontou o uso de canabidiol, substância presente na maconha. Ela disse ter fumado um vaporizador naquela noite, mas não sabe o que tinha nele.

Desde que denunciou o caso, a jovem afirmou que tem tentado se distrair com outras coisas, inclusive com seu trabalho. Mas que tem tido dificuldades para se alimentar e já não consegue se relacionar com seus filhos.

"Trabalho para esquecer, trabalho dia e noite. É a única coisa que me faz sair um pouco dessa rotina. Mas não tenho trabalhado bem e, muitas vezes, a empresa me afasta. Não assisto televisão, tenho dificuldade para dormir e comer; só uso o celular para trabalho. Não consigo fazer mais nada além disso. Tenho uma filha de dez anos e um filho de dois, e não consigo dar atenção para eles", conta.

Robson Bambu fez sua estreia pelo Corinthians em 20 de março de 2022 - exatos 12 dias depois da polícia ter finalizado as investigações. Quando soube que o jogador faria seu primeiro jogo, a jovem disse que: "Senti medo de que ele fique impune, de que seja mais um caso que as pessoas vão esquecer".

Relembre o caso

Na quinta-feira, 3 de fevereiro, dia seguinte à derrota do Corinthians para o Santos, que culminou na demissão de Sylvinho, Robson Bambu esteve com Pezinho e mais duas mulheres numa casa noturna no bairro do Tatuapé. Na ocasião, o zagueiro ainda não tinha sido inscrito pelo Timão no Campeonato Paulista e por isso não estava com a equipe.

O jogador diz que chegou ao lugar próximo da 1h da manhã e ficou em uma mesa reservada na casa noturna. Ainda de acordo com Robson Bambu, ele pagou com as contas de seus acompanhantes. O atleta alega que houve consumo de vodka, energético, licor e água, mas nega que ele, seu amigo e as garotas tenham ficado embriagados. Após saírem do local, todos foram para um hotel.

Robson Bambu alega ter ido para o quarto com a amiga da garota que o acusou por estupro por volta das 6h30 da manhã. A outra mulher (que acusa o jogador) ficou em uma outro quarto, com o amigo do atleta. Ambos confirmaram terem mantido relações sexuais de maneira consensual. A partir daí, as declarações começam a divergir.

A jovem diz ter acordado com o jogador em cima dela, completamente nu e com as mãos em suas genitais. Já Robson Bambu diz ter ido ao quarto onde a garota estava para conversar com um amigo - o atleta iria assinar um contrato de locação de imóvel naquele dia. A defesa do jogador e de Pezinho nega qualquer tipo de violência contra a mulher.

Veja mais em: Robson Bambu.

Veja Mais:

  • Corinthians está nas quartas de final da Libertadores

    Corinthians vence nos pênaltis em noite inspirada de Cássio e elimina o Boca Juniors na Libertadores

    ver detalhes
  • João Victor foi titular diante do Boca Juniors nesta terça-feira, mas deixou o campo ainda no primeiro tempo

    João Victor deixa hotel do Corinthians e viaja para assinar com o Benfica

    ver detalhes
  • Corinthians eliminou o Boca Juniors e a Fiel comemorou bastante nas redes sociais

    Cássio exaltado e brincadeiras com Benedetto marcam classificação do Corinthians na Libertadores

    ver detalhes
  • Vítor Pereira celebrou o espírito de luta dos seus jogadores nesta terça-feira

    VP usa lema da torcida após vaga do Corinthians e assegura: 'Vitória para ficar na história'

    ver detalhes
  • Cássio foi eleito o melhor do Corinthians diante do Boca Juniors

    Gigante beira o dez e é eleito melhor em noite de classificação do Corinthians; reserva é o pior

    ver detalhes
  • Momento em que Willian sentiu o ombro no primeiro jogo contra o Boca Juniors

    Vítor Pereira explica ausência de Willian e valoriza atitude do camisa 10 do Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x