Rafael Ramos é preso em flagrante por racismo e liberado após fiança de R$ 10 mil

40 mil visualizações 344 comentários

Por Mayara Munhoz e Andrew Sousa

O lateral-direito do Corinthians, Rafael Ramos, foi detido em flagrante no Beira-Rio após ser acusado de racismo contra Edenilson, do Internacional. A informação foi dada pelo delegado Carlo Vitarelli em conversa com a imprensa no estádio - confira entrevista do delegado no vídeo acima.

"Ele foi preso. Ele cometeu um crime de injúria racial. Ele foi preso, mas é um crime afiançável. Como ele pagou a fiança, ainda nesta noite, ele vai responder em liberdade", explicou o delegado.

Como o crime de injúria racial é afiançável, Rafael Ramos foi liberado após o Corinthians pagar o valor de R$ 10 mil. Agora, ele responderá ao inquérito em liberdade. Se o clube ou o jogador não efetuassem o pagamento, Rafael Ramos seria levado para o presídio.

"O árbitro narrou que não presenciou o fato, mas que ele foi comunicado pelo jogador do acontecimento. Esse fato foi colocado na súmula, o jogador foi autuado. Esse flagrante está sendo remedido ao poder judiciário. O jogador vai responder o processo em liberdade. Depois disso, vai ser aberto um inquérito policial para aprofundar as investigações. Serão ouvidas possíveis testemunhas, temos a imagem que pode ser submetida a uma perícia para leitura labial. Isso tudo no decorrer do inquérito policial", explicou Vitarelli.

"O jogador do Internacional alega ter sido chamado de macaco pelo jogador do Corinthians. O jogador do Corinthians falou outra expressão, que não me recordo agora, mas é uma expressão portuguesa que não é racista, é uma expressão do sotaque dele. E que isso seria má interpretação", completou.

Quem também falou com os jornalistas foi o advogado contratado pelo Corinthians, Fabiano Serveira. Ele foi chamado pelo clube e chegou para acompanhar o português durante seu depoimento para a polícia.

"Foram prestados todos os esclarecimentos. Aqui não há nenhuma conduta criminosa, todos os procedimentos foram realizados, todos os esclarecimentos prestados. A conduta foi demonstrada com nenhum cometimento de crime. Então, tanto clube, como atleta, estão muito tranquilos com relação aos esclarecimentos prestados deste mal entendido. Tudo isso foi devidamente esclarecido à autoridade policial, encerrando o procedimento", declarou rapidamente.

O boletim de ocorrência foi aberto por Edenilson, após a partida. O atleta do Internacional foi acompanhado do presidente Alessandro Barcellos durante todo o depoimento. Depois de deixar o estádio, Edenilson soltou uma nota em seu Instagram.

Veja mais em: Rafael Ramos.

Veja Mais:

  • Willian volta à disposição do técnico Vítor Pereira

    Willian reforça o Corinthians em lista de 24 jogadores para enfrentar o Flamengo; veja nomes

    ver detalhes
  • Willian em ação durante treino do Corinthians, nesta segunda-feira

    Corinthians tem Willian em campo em último treino antes de enfrentar o Flamengo; veja provável time

    ver detalhes
  • Cambistas ficam em frente ao Maracanã para lugar com ingressos do setor visitante

    Cambistas vendem ingressos por mil reais para corinthianos no Rio de Janeiro

    ver detalhes
  • Mateus Vital pode ser negociado com o Real Valladolid, da Espanha

    Corinthians e time de Ronaldo Fenômeno negociam transferência de Mateus Vital

    ver detalhes
  • Corinthians decide uma vaga nas semifinais da Libertadores, nesta terça-feira, diante do Flamengo

    Como está seu nível de confiança para a classificação do Corinthians na Libertadores? Vote!

    ver detalhes
  • Corinthians e Palmeiras se enfrentam pelo Brasileirão neste sábado, às 19h, na Neo Química Arena

    Corinthians abre venda de ingressos para clássico contra o Palmeiras pelo Brasileirão; veja detalhes

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x