Conmebol multa Boca por racismo; valor é menor que pena ao Corinthians por propaganda no banco

35 mil visualizações 279 comentários

Por Meu Timão

Boca Juniors vai pagar menos por casos de racismo do que Corinthians por infração a artigo que trata de propaganda no banco de reservas

Boca Juniors vai pagar menos por casos de racismo do que Corinthians por infração a artigo que trata de propaganda no banco de reservas

Danilo Fernandes/Meu Timão

A Conmebol anunciou nesta segunda-feira uma punição ao Boca Juniors pelas práticas de racismo por parte da sua torcida durante a partida do clube com o Corinthians. Não há especificação sobre qual jogo se refere a punição, mas, pelo tempo, o mais provável é que se refira ao caso de Leonardo Ponzo, na Neo Química Arena. O valor, no entanto, é menor que o cobrado do Timão por não respeitar um artigo que define a propaganda no banco de reservas durante as partidas.

Os argentinos, que ainda podem recorrer da sentença, terão de pagar 30 mil dólares (R$ 144 mil) pela infração aos artigos 9 e 17 do Código Disciplinar da Conmebol. O primeiro diz que o clube responde por sua torcida e seus funcionários, enquanto o segundo trata de manifestações discriminatórias em partidas. O Timão chegou a enviar um ofício à entidade pedindo a punição aos argentinos por práticas de racismo também na semana passada, na Bombonera.

O valor, porém, representa apenas 60% do valor cobrado pela entidade do Corinthians há três semanas, quando o tribunal julgou que o Timão infringiu o artigo 5.9.1 do Manual de Clubes da Libertadores. Foram cobrados 50 mil dólares (R$ 240 mil) do clube do Parque São Jorge.

O artigo em questão trata de propaganda dos patrocinadores da entidade no banco de reservas e em objetos como caixas de água e isotônico, comuns entre as comissões técnicas.

"Um patrocinador de torneio pode ter o direito exclusivo de colocar publicidade com suas marcas corporativas tanto no interior como nos tetos/fronteiras do bancos, incluindo recipientes para armazenamento ou descarte de bebidas em as laterais dos bancos sem qualquer logotipo do clube", avisa o artigo. A determinação não diz exatamente o que o clube infringiu.

A decisão de multa ao Boca Juniors foi assinada por Eduardo Gross Brown, presidente da comissão disciplinar. Tanto nela quanto em todas as outras, os clubes são avisados de possíveis punições mais severas em caso de reincidência.

Veja mais em: Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Bruno Mazziotti ao lado de Ronaldo; profissional trabalhou diretamente com o Fenômeno antes de assumir o comando do setor em vários clubes

    Fisioterapeuta de Ronaldo volta ao Corinthians como consultor no CT; entenda o caso

    ver detalhes
  • Atacante Giovane teve a permanência encaminhada pelo Corinthians - seu empréstimo termina em dez dias

    Corinthians encaminha permanência de Giovane, que deve viajar para decisão na Bombonera

    ver detalhes
  • João Victor seguirá para o Benfica; clube português investiu 10 milhões de euros no jogador

    João Victor, zagueiro do Corinthians, fecha com clube europeu após reviravolta; veja valores

    ver detalhes
  • Arthur Sousa marcou outra vez pelo Corinthians

    Goleador do Corinthians Sub-20 volta a marcar e time vence o Fluminense na Fazendinha

    ver detalhes
  • Vítor Pereira comandou primeiro treino preparatório para enfrentar o Boca Juniors nesta terça-feira

    Corinthians inicia preparação para enfrentar o Boca Juniors na Libertadores e quinteto faz testes

    ver detalhes
  • Corinthians enfrenta o Flamengo, no próximo domingo, às 16h, na Neo Química Arena pelo Brasileirão

    Corinthians divulga detalhes da venda de ingressos para duelo contra o Flamengo no Brasileirão

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x