Corinthians 1 x 0 Intelli Futsal - Paulista de Futsal 2022

Paulista de Futsal 2022 - Corinthians 1 x 0 Intelli Futsal

Partida de futebol entre Corinthians 1 x 0 Intelli Futsal nPaulista de Futsal 2022

https://www.meutimao.com.br/jogo/7329/paulista_de_futsal_2022/corinthians-1-x-0-intelli_futsal

02:00

2022-04-08T20:00:00

Wlamir Marques

Endereço: R. São Jorge, 777, São Paulo, SP, Brasil

Corinthians 1 X 0 Intelli Futsal

Paulista de Futsal 2022
08 de abril de 2022, 20:00
Corinthians 1 x 0 Intelli Futsal
Wlamir Marques, São Paulo, SP.

Sobre a Partida

Corinthians se mantém invicto nesta temporada do futsal

Corinthians vence o Santo André/Intelli em jogo tenso pelo Paulista de Futsal

O Corinthians voltou às quadras nesta sexta-feira, pela quarta rodada do Campeonato Paulista de Futsal. Atuando em casa, no Ginásio Wlamir Marques, o Timão enfrentou o Santo André/Intelli e saiu vencedor por 1 a 0. O gol alvinegro foi marcado por Allan, nos primeiros segundos da partida

A partida foi bem disputada por ambos os lados e envolveu bolas na traves, discussões e uma expulsão. O gol a poucos segundos do início determinou a vitória alvinegra no Ginásio Wlamir Marques.

A vitória foi a sexta seguida do Corinthians sob o comando do técnico Deividy Hadson, ainda invicto no cargo. O Timão segue como líder do Grupo A do Campeonato Paulista - nesta fase, classificam-se os quatro primeiros colocados.

Anota aí, Fiel! - O Timão volta às quadras no dia 16 de abril, quando enfrenta o Campo Mourão, pela Liga Nacional de Futsal. A bola rola a partir das 20h, na Arena UTFPR.

Escalação

O técnico Deividy Hadson optou pela mesma escalação que goleou o Marechal pela Liga Nacional de Futsal. Com isso, o quinteto escolhido teve Lucas Oliveira, Alan, Tatinho, Levy e Deives. Ainda entraram em quadra Kauê, Canabarro, Bazzinho, Henrique e Yan.

O jogo

Primeiro tempo

Como jogava em sua casa, o Corinthians iniciou a partida tomando conta das ações ofensivas. Em belo chute cruzado de fora da área, Tatinho obrigou o goleiro adversário a fazer bela defesa com os pés. Pouco depois, o ala deu assistência para Allan fuzilar de fora da área no ângulo do goleiro. Corinthians 1 a 0 com dois minutos jogados.

O Corinthians seguiu fixando o Santo André no seu campo de defesa, sem dar trabalho ao goleiro Lucas Oliveira. A troca do quarteto titular ainda rendeu chance clara ao Timão, em finalização de Bazzinho na entrada da área, tirando tinta da trave aos sete minutos da primeira etapa.

No que parecia ser a tônica ofensiva do Corinthians, Canabarro gerou boa chance de gol ao Corinthians aos oito minutos de jogo. Assim como no lance do gol, arriscou em chutes laterais da intermediária, desta vez parando no goleiro adversário.

Ainda que sem estabelecer um placar elástico, o Corinthians não pareceu ameaçado pelo ataque do Santo André em nenhum momento dos primeiros dez minutos iniciais. Como mero espectador, Lucas Oliveira foi acionado em apenas duas oportunidades, ambas para auxiliar na saída de bola como goleiro-linha.

Visando manter o ímpeto inicial, Deividy Hadson reestabeleceu o quarteto inicial, com exceção a Canabarro. O ala, inclusive, esteve perto de marcar o segundo do Timão em cobrança de falta lateral.

Ainda que com bom volume de jogo, a defesa fechada do Santo André não deixava o Corinthians gerar tantos chutes em boas condições de marcar. A única oportunidade se deu com Deives, nas costas da marcação, travado na hora de empurrar a bola para o gol adversário.

O Santo André só chegou a assustar o Corinthians aos 12 minutos do primeiro tempo. Em cobrança de falta rasteira, Lucas Oliveira espalmou chute forte cobrado no próprio canto. Na sobra, a defesa do Corinthians afastou e tentou contra-ataque, travado pela equipe do ABC.

Pouco depois, Tatinho esteve perto de garantir o que seria um gol de placa do Corinthians. Em cobrança de escanteio, o ala bateu de bate-pronto, sem deixar pingar e fez a bola tirar tinta do travessão.

O anseio pelo segundo gol colocou os jogadores do Corinthians em uma situação de ainda mais cobrança à arbitragem. Na reta final do primeiro tempo, o fixo Allan levou cartão amarelo por reclamação. A tensão em ambos os lados gerou uma discussão generalizada, entre os titulares e reservas de ambas as equipes.

O Santo André até esboçou uma reação nos minutos finais, mas insuficiente para mudar o placar da partida. Primeiro tempo encerrado com vitória parcial do Corinthians por 1 a 0.

Segundo tempo

Bem como na primeira etapa, o Corinthians usou os primeiros minutos para estabelecer sua superioridade ao adversário. Com 20 segundos de bola rolando, Deives recebeu dentro da pequena área e furou o que seria o segundo gol do Timão na partida.

A sede por vitória de ambas as equipes se transformou em um jogo de combatividade muito alta. Nos dois minutos iniciais, as equipes somadas cometeram três faltas - no futsal, a sexta falta é convertida em um tiro livre direto sem barreira, pouco depois da marca penal.

O Santo André iniciou a segunda etapa com uma proposta bem clara: atacar o lado direito da defesa do Corinthians. Em duas oportunidades, Giovanny venceu o mano a mano com Tatinho e conseguiu finalizar no gol de Lucas Oliveira.

Allan criou a melhor chance do Corinthians nos primeiros minutos da segunda metade. Allan pressionou alto, roubou a bola no ataque e finalizou de defesa no ângulo, forçando um milagre do goleiro adversário.

Um jogo que parecia tranquilo para o Corinthians nos minutos iniciais foi se transformando cada vez mais em uma partida perigosa. Mantendo a proposta inicial, o Santo André conseguiu falta na entrada da área do Corinthians, que gerou uma finalização de fora da área e uma bela defesa de Lucas Oliveira.

A confiança da equipe visitante foi crescendo na partida, fazendo com que o Corinthians se tornasse a equipe mais preocupada em não levar o gol. A equipe alvinegra conseguiu apenas uma escapada, com Bazzinho, parando no goleiro adversário.

O grande momento do Corinthians nos 12 minutos iniciais se deu em um lance que poderia ser marcado para a eternidade. O goleiro Lucas Oliveira chutou de sua própria área e acertou o travessão do Santo André. Na sobra, Deives bateu de primeira e parou também no poste.

Tamanha foi a confiança gerada pelo lance ao Corinthians que o Timão voltou a se aproveitar das deficiências defensivas do Santo André. Deives teve outra chance no mano a mano, mas bateu de primeira pra fora.

O Corinthians voltou a estabelecer segurança no placar, mas voltou aos momentos dramáticos a seis minutos do fim. Em lance de mano a mano, o goleiro Lucas Oliveira parou o atacante do Santo André com falta e foi expulso. No seu lugar, a opção foi pelo também arqueiro Johll, que operou bela defesa em seu primeiro lance.

Os minutos seguintes foram de ataque contra defesa. Como não poderia ser diferente, o Timão se impôs através da raça. O pivô Kauê salvou em cima da linha o gol de empate do Santo André.

A tensão tomou conta do Parque São Jorge a quatro minutos do fim. Sem grandes alternativas ofensivas, o Santo André optou pela utilização do goleiro-linha, criando superioridade numérica no campo de ataque. O Timão se postava na defesa de olho em uma brecha para atingir a meta adversária sem goleiro - em uma delas, Henrique acertou o poste.

A dois minutos do fim, a sexta falta cometida pelo Santo André deu ao Corinthians a oportunidade de cobrar um tiro livre. Na cobrança, Tatinho bateu rasteiro e parou no goleiro adversário.

Quem Atuou

Jogadores

Comente a partida: Corinthians 1 x 0 Intelli Futsal

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

x