Ex-treinador do Corinthians Sub-20 conta que eliminação na Copinha o chateou mais do que demissão

1.9 mil visualizações 27 comentários

Por Beatriz Zoccoler, Luis Fabiani, Vitor Chicarolli e Andrew Sousa

Diogo Siston deixou o comando técnico da equipe Sub-20 do Corinthians durante o mês de janeiro, após a eliminação do Timãozinho na Copinha. O treinador, que ficou por cerca de seis meses no clube, contou detalhes da sua passagem e do trabalho feito desde sua contratação.

"Desde de minha chegada foi uma satisfação contribuir para o clube. Cheguei o Sub-20 não estava bem, vinha de resultados negativos e expressivos, mas pouco apouco fomos organizando. A trajetória ficou marcada por tentar recuperar no Brasileiro, eu cheguei e até o final da fase, pelo início, não deu para chegar, não somamos muitos pontos. A recuperação aconteceu, a maneira como o time jogou, foi se organizando... eu gosto de propor jogo, pressionar alto, time com alternativas na construção, na saída de bola, no terço final, e aos poucos fomos tendo isso. Foi tarde, mas a recuperação foi boa. Mas quando se fala de Corinthians e vê a tabela no final da temporada, não foi o que podia ser", disse em entrevista exclusiva ao Meu Timão, no canal Cola, Fiel.

"No Paulista, tivemos fases em que a gente foi bem, classificamos e fomos para o mata-mata. Contra Audax não fomos bem, fomos eliminados. Algumas coisas passaram, não gosto de falar de arbitragem, mas já falando, se pegarem os jogos desde o Brasileiros... Palmeiras, Athletico-PR, Botafogo, lances questionáveis demais... se parar pra ver resultado tem muito 'se'. Mas quem pegar desde que cheguei ao clube, a transformação feita, coletivamente e individualmente, isso foi um saldo positivo", completou.

Siston esteve no comando do Sub-20 em 38 oportunidades e deixou o Timãozinho com 66,67% de aproveitamento. Foram 22 vitórias, dez empates e seis derrotas de julho de 2021 a janeiro de 2022. Na Copinha, torneio que sempre gera muita expectativa, a equipe foi eliminada na terceira fase, e o treinador foi enfático ao falar da competição.

"Copinha, vamos lá. Resende tira ponto de times grandes sempre, existe um trabalho bem feito. A gente deveria, sim, ter passado, mesmo assim. Fizemos um bom primeiro tempo, segundo caímos, levamos os gols, teve lance de pênalti, foi muito claro pra mim. Não sou muito de reclamar, sou mais calmo, mas até entrei no campo. Eu quase fui expulso no primeiro jogo, o bandeira falou que tinha dito algo, foi outro do banco, enfim... eles colocam o que querem na sumula. Um trabalho de profissionais, jogadores, foi interrompido de maneira precoce, até por responsabilidade nossa. Foram seis meses intensos, posso garantir que não faltou trabalho, cansou, mas foi prazeroso vivenciar o clube e sempre vou guardar com carinho o que passei no Corinthians. Sempre vou desejar o melhor pra jogadores, profissionais e clubes", contou Siston.

Ao final da Copa São Paulo, o Meu Timão já havia adiantado a demissão do treinador, confirmada dias depois. Siston contou que estava tranquilo sobre o assunto, deixando claro que a eliminação o deixou muito mais chateado.

"Eu estava 50/50 (sobre esperar ser demitido). Futebol acaba sendo resultado, a Copinha é a competição que mais expõe. Foi uma decisão do clube, eu respeito 100%, saio com as portas abertas, fiquei absolutamente tranquilo. Eu dormia e durmo tranquilo, quando boto a cabeça no travesseiro e penso que me entreguei ao máximo. Eu não estava preocupado com isso. Estava chateado com a eliminação, acho que poderíamos ir mais longe, mais que com a demissão. As pessoas, como disse, veem uma foto e te julgam, não sabem do trabalho. Vida que segue, desejo sucesso à gestão, ao pessoal da base, comissão, jogadores, vamos acabar se cruzando. Tenho certeza que, da maneira que me comportei, não tenho nada a reclamar, tudo aquilo que o Corinthians propôs foi cumprido. Com certeza há carinho mútuo", disse o treinador.

Veja mais em: Corinthians Sub-20, Base do Corinthians e Copinha.

Veja Mais:

  • Vítor Pereira se reuniu com os líderes da maior torcida organizada do Corinthians; diretoria do clube esteve presente

    Gaviões, diretoria e Vítor Pereira se reúnem antes de decisão com o Atlético-GO; veja detalhes

    ver detalhes
  • Corinthians está pronto para enfrentar o Atlético-GO

    Corinthians finaliza preparação para enfrentar o Atlético-GO; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Mateus Vital será o dono da camisa 21 em sua volta ao Corinthians

    Mateus Vital é reintegrado ao elenco do Corinthians e pode ser novidade contra o Atlético-GO

    ver detalhes
  • Duilio Monteiro Alves (então diretor de futebol), Richard e Jorge Kalil (então diretor adjunto) durante apresentação oficial, no início de 2019

    Corinthians e América-MG fazem acordo na Justiça por dívida milionária; pivô é atleta do Tottenham

    ver detalhes
  • Rafael segue em busca de conseguir um reembolso por seus ingressos comprados em 2020

    Torcedor aciona Procon contra o Corinthians por problemas com ingressos de antes da pandemia

    ver detalhes
  • Corinthians Feminino retorna à Neo Química Arena neste domingo para disputar uma vaga na semifinal do Brasileirão

    Corinthians abre venda de ingressos para decisão no Brasileirão Feminino na Neo Química Arena

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x