Sylvinho errou ao ignorar quem realmente manda no Corinthians

Andrew Sousa

25 anos, formado em Jornalismo na Univali e fiel desde o primeiro de seus dias.

ver detalhes

Sylvinho errou ao ignorar quem realmente manda no Corinthians

Coluna do Andrew Sousa

Opinião de Andrew Sousa

20 mil visualizações 119 comentários Comunicar erro

Sylvinho errou ao ignorar quem realmente manda no Corinthians

No CT, tudo parecia bem para Sylvinho

Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

A madrugada de quinta-feira trouxa à tona o que muita gente projetava há meses. Com três jogos "mais do mesmo" na bagagem após um 2021 estagnado e de merecidas críticas, Sylvinho foi demitido pelo Corinthians.

O adeus do comandante, porém, vem como uma importante lição para o mesmo, que ainda começa na caminhada à beira do gramado. E o aprendizado não é tático ou de gestão de grupo, dois fundamentais requisitos para um bom treinador. A lição está fora de campo.

Sylvinho se desgastou com o jogo pobre de sua equipe, mas também com a péssima forma de comunicar-se com a torcida. Nas entrevistas coletivas mais recentes, foi das respostas ruins para perguntas objetivas até afirmações extremamente questionáveis - como a de que o time foi ofensivo contra o Santo André.

O tom era de arrogância. De uma bolha assustadora. E que custou caro.

Há exatos três dias, o técnico deu mais uma de suas declarações típica. Ressaltou que o clima interno é bom, voltou a exaltar as famigeradas entrevistas de seus atletas elogiando o trabalho e, pra coroar, ignorou o clima enorme de rejeição nas redes sociais, bares, arquibancadas e qualquer lugar em que há torcedores do Corinthians.

"Não muda nada, não muda absolutamente nada para o nosso ambiente. Ambiente muito saudável, haja visto os atletas".

Dias depois, foi o clima da Neo Química Arena que selou sua demissão. Antes do jogo, uma derrota não parecia necessariamente encerrar sua passagem no CT Joaquim Grava. As vaias, ofensas e pedidos por demissão, no entanto, viraram tudo.

Sylvinho tem potencial para ser um bom treinador, mas tem de evoluir em muitas coisas. No Corinthians, falhou também em algo surpreendente, já que é formado no clube: é a torcida que tem o clube e não contrário.

A bolha do CT foi furada da forma mais brusca possível e o Corinthians agora recomeça o trabalho em busca de títulos. Perdeu a pré-temporada, mas ainda há tempo.

Veja mais em: Sylvinho.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Andrew Sousa

Por Andrew Sousa

25 anos, formado em Jornalismo na Univali e fiel desde o primeiro de seus dias.

O que você achou do post do Andrew Sousa?

x