Corinthians tem registro de marca negado após concessão feita para Gaviões da Fiel

51 mil visualizações 269 comentários

Por Meu Timão

Corinthians teve registro de marca para uso em aplicativos negado no último mês de maio

Corinthians teve registro de marca para uso em aplicativos negado no último mês de maio

Reprodução

O Corinthians não conseguiu aval para registrar sua marca para o uso em aplicativos. O motivo é que a maior torcida organizada do clube, a Gaviões da Fiel, já teria feito o registro. A informação foi veiculada pelo UOL Esporte.

Segundo a reportagem, em 2019, o ex-presidente Andrés Sanchez autorizou a torcida a usar seu escudo. O documento não fala em registro de marca, mas a concessão fez com que o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) negasse o pedido do clube, que entrou com recurso contra a decisão.

A autorização vale para "fins de publicidade institucional e/ou de produtos", para uso em suas redes sociais e site, na produção de materiais publicitários, institucionais e promocionais para fins de divulgação da torcida e em revistas e outros veículos de comunicação vinculados à Gaviões.

A agremiação tem como logo o escudo do Corinthians carregado por um Gavião (ave que dá nome à torcida). A situação teria gerado mal estar entre clube e organizada. Na última sexta-feira, o jurídico do Corinthians teria enviado um e-mail à agremiação alegando que o clube está sendo prejudicado e pedindo que a torcida desista do registro obtido. O advogado da Gaviões da Fiel, Edson Roberto Baptista de Oliveira afirmou que a torcida estranhou o comunicado.

"A notificação causou estranheza porque tudo já tinha ficado resolvido numa reunião. Já tínhamos falado que vamos desistir do registro. Agora mandamos um e-mail para responder a notificação. Dissemos que vamos desistir desde que os Gaviões não tenham risco jurídico já que não fizeram nada de errado", declarou Oliveira.

Já a advogada Luciana Bampa Bueno de Camargo, que representa o clube no pedido do registro da marca, afirmou que o registro feito pela torcida prejudica o Corinthians com parceiros licenciados e que a Gaviões interpretou a autorização de maneira errada.

Vale destacar que o Corinthians teve o pedido para registrar a marca para uso em aplicativos negado no último dia 11 de maio. A justificativa do INPI é que o que o clube tentou registrar imita registros de terceiros - indicado como "Gaviões da Fiel S. C. Corinthians Paulista 1910".

A organizada teve o registro do uso da marca concedido em 18 de agosto de 2020 e tem validade até 2030, podendo ser prorrogado.

Veja mais em: Diretoria do Corinthians e Torcidas organizadas.

Veja Mais:

  • Torcida do Corinthians poderá ocupar totalmente a Neo Química Arena após mais de um ano

    Corinthians divulga orientações para o primeiro jogo com 100% do público na Neo Química Arena

    ver detalhes
  • Deives marcou mais um gol pelo Corinthians

    Corinthians vence o Foz Cataratas e abre vantagem nas oitavas da Liga Nacional de Futsal

    ver detalhes
  • Camisa 12 foi proibida de frequentar estádios no Brasil pelos próximos seis meses

    Torcida organizada do Corinthians é suspensa por briga antes do jogo contra o Internacional

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez conta sobre extracampo do elenco do Corinthians de 2009 a 2012

    Andrés Sanchez relembra extracampo de atletas e cita o maior e o pior reforço do Corinthians

    ver detalhes
  • Empate com o Internacional no Beira-Rio marcou o quinto jogo consecutivo do Corinthians sem vitória como visitante

    Corinthians chega a quase dois meses sem vencer fora de casa; primeiro turno só teve uma derrota

    ver detalhes
  • Elenco do Corinthians terá esta segunda-feira de folga; time retorna ao CT na terça

    Semana cheia para treinos, estreia no NBB e decisão no Paulista Feminino; veja agenda do Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x