Os Presidentes do Corinthians

Os Presidentes do Corinthians
O Corinthians teve 31 presidentes na história

Desde a fundação, o Corinthians teve 31 presidentes. Os líderes mais comentados são Miguel Battaglia, por ser o primeiro mandatário e um dos participantes da fundação do clube, Vicente Matheus, pelo amor ao Timão e histórias inusitadas, Alberto Dualib, marcado por diversos anos no poder, pelos escândalos e consequente queda para série B em 2007, e o badalado Andrés Sanchez, muito elogiado no primeiro mandato e criticado no segundo.

Miguel Battaglia

Miguel Battaglia foi um dos sócio-fundadores e se tornou o primeiro presidente da história. Até hoje, uma frase proclamada por ele é lembrada no Parque São Jorge: "O Corinthians vai ser o time do povo e o povo é quem vai fazer o time". Por suas palavras, dá para perceber que lutava por um clube popular. Além disso, ele queria que a nova equipe representasse os imigrantes, que até então não eram aceitos nos grupos de futebol de São Paulo.

Com isso, Bataglia ficou conhecido pela vontade e coragem de não desistir de um sonho que naquele momento era muito difícil, já que o futebol era um esporte de elite. No seu comando, em 1914, o Corinthians faturou pela primeira vez o Campeonato Paulista.

Primeiro presidente do Corinthians

Vicente Matheus

Vicente Matheus foi presidente em oito mandatos e ficou conhecido muito mais pelo seu amor ao clube do que pela sua administração. Bem diferente da época de Miguel Battaglia, o futebol já contava com estratégias de marketing, mas que ainda não podem ser comparadas com as existentes atualmente.

Vicente não soube colocar dinheiro nos cofres do Timão e, muitas vezes, tirou do seu próprio bolso por falta de estratégia administrativa. Mas no seu tempo, o amor à camisa alvinegra e a vontade de fazer o time crescer não faltou. Em sua época de presidente, alguns ídolos fizeram parte do elenco, como Sócrates, Biro-Biro, Wladimir e Basílio.

A era Vicente Matheus também ficou marcada pela conquista do Campeonato Paulista de 1977, título que rendeu a saída do Timão da fila de mais de 20 anos sem ganhar o torneio, e do Campeonato Brasileiro de 1990, o primeiro do Corinthians.

Vicente Matheus foi presidente do Corinthians

Alberto Dualib

Alberto Dualib foi presidente durante 14 anos. Eleito pela primeira vez em 1993, saiu pela porta dos fundos em 2007. A renúncia ao cargo foi anunciada depois de um escândalo, envolvendo a máfia russa e lavagem de dinheiro. O resultado foi a queda para a Série B.

Apesar disso, o Corinthians conquistou muitos títulos na era Dualib, como o Mundial de Clubes da FIFA de 2000, os Campeonatos Brasileiros de 1998, 1999 e 2005, a Copa do Brasil de 2002 e diversos Campeonatos Paulistas.

Foi no seu mandato, também, que o Corinthians iniciou grandes parcerias, como a do banco Excel e da Hicks Muse, além dos iraquianos e russos da Media Sports Investment (MSI). Como fruto da negociação com a última, acumulou-se uma dívida de mais de 100 milhões de reais, deixando o próximo presidente com uma bomba nas mãos.

Ex-presidente do Corinthians

Andrés Sanchez

Andrés Sanchez é amado por uns e odiado por outros. Responsável por assumir o clube em uma das maiores crises da história, o vice-presidente de futebol de Alberto Dualib chegou ao cargo máximo do Timão com uma pressão gigantesca nas costas.

Com a queda para a Série B e uma dívida de mais de 100 milhões, foi montando uma equipe desconhecida, mas que demonstrou muita raça. Assim, Sanchez voltou à elite do futebol, trazendo patrocínios históricos, grandes investimentos e jogadores conhecidos.

No entanto, foi na sua gestão que o estádio foi construído, gerando como ônus uma dívida quase bilionária. Em 23 de fevereiro de 2017, pouco antes do segundo mandato, seu nome foi citado num esquema de corrupção da construtora Odebrecht. Na ocasião, a empresa afirmou que pagou R$ 2,5 milhões de reais ao mandatário alvinegro como caixa dois.

Ao fim do primeiro mandato de Sanchez, Mário Gobbi assumiu o cargo e deu continuidade a gestão anterior. O então presidente, porém, teve um final de mandato conturbado e se afastou ao final do período, recebendo duras críticas. Em seu lugar, assumiu Roberto de Andrade. Nas eleições de 2020, Mário Gobbi concorreu novamente, ficando em terceiro lugar, com 782 votos, atrás de Duilio Monteiro Alves, com 1.079, e Augusto Melo, com 934.

Ex-presidente do Corinthians

Duilio Alves

Duilio, o atual presidente, tomou posse no dia 4 de janeiro de 2021. Ele foi muito questionado no início por fazer parte do mesmo grupo político de Andrés, que tinha acabado de terminar sua segunda gestão com desaprovação por parte da torcida. Contudo, melhorou sua popularidade após trazer um quinteto de peso, composto por Giuliano, Renato Augusto, Róger Guedes, Willian e Paulinho. Além disso, novos patrocinadores ajudaram sua imagem.

O aumenta da receita vindo das novas parcerias ajudou na estabilização das dívidas. Um dos principais clamores da torcida era, justamente, o controle financeiro. Portanto, conseguiu reverter a desconfiança do começo e convenceu grande parte dos torcedores. Em enquete realizada pelo Meu Timão no início de 2022, foi aprovado por 89,1% dos votantes.

Atual presidente do Corinthians

Veja a lista dos presidentes do Corinthians

  1. Miguel Battaglia (1910)
  2. Alexandre Magnani (1910/14)
  3. Ricardo de Oliveira (1915)
  4. João Baptista Maurício (1915/16)
  5. João Martins de Oliveira (1917)
  6. João de Carvalho – interino (1918)
  7. Albino Teixeira Pinheiro(1918)
  8. Guido Giacominelli (1920/27)
  9. Aristides de Macedo Filho (1925)
  10. Ernesto Cassano (1926/28)
  11. José Tripaldi (1928)
  12. Felipe Colonna(1929/30)
  13. Alfredo Schurig (1930/33)
  14. José Martins Costa Júnior(1933/34)
  15. Manuel Correcher (1935/41)
  16. Mário Henrique Almeida (1941)
  17. Pedro de Souza (1941)
  18. Manuel Domingos Correia (1941/43)
  19. Alfredo Ignácio Trindade (1944/46 e 1948/59)
  20. Lourenço Fló Júnior (1947/48)
  21. Vicente Matheus (1959/61, 1972/81 e 1987/91)
  22. Wadih Helu (1961/71)
  23. Miguel Martinez (1971/72)
  24. Waldemar Pires (1981/85)
  25. Roberto Pasqua (1985/87)
  26. Marlene Matheus (1991/93)
  27. Alberto Dualib (1993/2007)
  28. Andrés Sanchez (2007/2011 e 2018/2020)
  29. Mário Gobbi (2012/2014)
  30. Roberto de Andrade (2015/2018) 
  31. Duilio Monteiro Alves (2021/2023)

Comentários

x