Jô analisa Majestoso, confirma incômodo por jejum em clássicos e detalha seu gol anulado

1.8 mil visualizações 29 comentários

Por Giovanna Monteiro, Rodrigo Vessoni e Vitor Chicarolli

Em partida válida sétima rodada do Brasileirão, jogando na Neo Química Arena, o Corinthians ficou no empate com o São Paulo. Autor de um gol anulado, o atacante passou pela zona mista após o fim da partida e compartilhou sua visão sobre o resultado e o incômodo em mais um clássico sem vitória - confira entrevista no vídeo acima.

“Realmente, reconhecemos que não foi um primeiro tempo bem jogado da nossa parte, a gente não conseguiu encaixar as marcações. Já um segundo tempo bem melhor, com a cara do que a gente vem jogando, manter a bola, posse de bola, criamos algumas chances, fizemos o gol, poderia ter virado a partida, mas o empate ainda ficou bom. Continuamos em primeiro, que é o nosso objetivo. Um jogo difícil, claro que a gente sabia que não ia ser fácil, mas o empate acabou sendo bom para a gente”, resumiu o jogador.

Na sequência, o camisa 77 falou sobre como o grupo encara o fato de ainda não ter vencido nenhum clássico na temporada. Até aqui, o Timão possui cinco derrotas e um empate diante de São Paulo, Palmeiras e Santos, seus maiores rivais. Para o centroavante, o objetivo é procurar a melhora no próximo jogo dessa grandeza e sair com os três pontos.

Incomoda, a gente tem que ficar incomodado, porque a gente é acostumado a jogar clássicos grandes, a gente acaba não ganhando e incomoda um pouco, mas a gente sabe que também faz parte do futebol. Claro que a gente tem que crescer, próximo clássico procurar melhorar bastante para poder vencer”, ressaltou.

Por fim, Jô contou como foi seu gol anulado. O tento, vale lembrar, aconteceu ainda no primeiro tempo do confronto, com um cruzamento de Renato Augusto para infiltração do atacante na área. No entanto, a arbitragem o anulou por impedimento do camisa 8 na jogada.

“Ele (Renato Augusto) fez o movimento que é que o Vítor pede, de tentar receber no pé e receber no fundo, vi que ele tinha saído na frente, corri, a falta realmente não existiu, então quando fiz o gol para mim estava tudo tranquilo, tanto é que a minha reclamação depois com o juiz é se tinha sido falta ou não, aí ele falou que tinha sido impedimento do Renato, mas é normal, acontece. Claro que fiquei triste, queria fazer mais um gol em clássico, mas é como eu falei, o mais importante é que no segundo tempo a gente se dedicou, correu atrás, fomos buscar até o último minuto e um ponto acabou deixando a gente líder do campeonato”, finalizou.

Veja mais em: , Corinthians x São Paulo, Majestoso e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Bruno Mazziotti ao lado de Ronaldo; profissional trabalhou diretamente com o Fenômeno antes de assumir o comando do setor em vários clubes

    Fisioterapeuta de Ronaldo volta ao Corinthians como consultor no CT; entenda o caso

    ver detalhes
  • Atacante Giovane teve a permanência encaminhada pelo Corinthians - seu empréstimo termina em dez dias

    Corinthians encaminha permanência de Giovane, que deve viajar para decisão na Bombonera

    ver detalhes
  • João Victor seguirá para o Benfica; clube português investiu 10 milhões de euros no jogador

    João Victor, zagueiro do Corinthians, fecha com clube europeu após reviravolta; veja valores

    ver detalhes
  • Arthur Sousa marcou outra vez pelo Corinthians

    Goleador do Corinthians Sub-20 volta a marcar e time vence o Fluminense na Fazendinha

    ver detalhes
  • Vítor Pereira comandou primeiro treino preparatório para enfrentar o Boca Juniors nesta terça-feira

    Corinthians inicia preparação para enfrentar o Boca Juniors na Libertadores e quinteto faz testes

    ver detalhes
  • Corinthians enfrenta o Flamengo, no próximo domingo, às 16h, na Neo Química Arena pelo Brasileirão

    Corinthians divulga detalhes da venda de ingressos para duelo contra o Flamengo no Brasileirão

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x