Apesar da contratação de medalhões, Timão deve enfrentar o Boca com média de idade inferior a 2012

Jorge Freitas

Colunista esportivo do portal 'No Ângulo', este internacionalista é mais um louco do bando e busca analisar o Timão com comprometimento com a realidade e as necessidades do maior clube do planeta.

ver detalhes

Apesar da contratação de medalhões, Timão deve enfrentar o Boca com média de idade inferior a 2012

Coluna do Jorge Freitas

Opinião de Jorge Freitas

4.2 mil visualizações 23 comentários Comunicar erro

Apesar da contratação de medalhões, Timão deve enfrentar o Boca com média de idade inferior a 2012

Gustavo Mantuan durante jogo do Corinthians contra o Boca Juniors pela Libertadores

Foto: Danilo Fernandes/ Meu Timão

A atuação do Corinthians nas últimas janelas de transferência chamou a atenção pelo número de jogadores acima dos 30 anos contratados. Giuliano, Renato Augusto, Willian, Paulinho e Junior Moraes vieram com o objetivo não somente de aumentar a qualidade do elenco, mas também dar experiência ao grupo então comandado por Sylvinho.

Tempos depois, no momento da decisão mais importante da temporada, o Corinthians desenhado por seu treinador, Vitor Pereira, é bastante diferente daquele apontado inicialmente como o Timão ideal para toda a temporada. Se no começo do ano, a idade era um fator que poderia pesar contra o Corinthians em meio a esse calendário turbulento do Brasil, hoje o Corinthians deve entrar em campo com um time com média de idade inferior até mesmo à da equipe campeã há exatos 10 anos contra o mesmo Boca Juniors.

Com Cássio, Rafael Ramos, Raul Gustavo, João Vitor e Fabio Santos; Cantillo, Du Queiroz e Giuliano; Piton, Mantuan e Roger Guedes, a média de idade da equipe comandado por VP será de 26,6 anos. Já naquele time organizado por Tite e que contava com os históricos Cassio, Alessandro, Chicão, Castán e Fábio Santos; Ralf e Paulinho; Danilo e Alex; Jorge Henrique e Emerson Sheik, a média era de 28,8 anos.

Portanto, o provável time de hoje é, em média, 2,2 anos mais novo que aquele que calou a Bombonera há uma década. Curiosamente, naquele jogo histórico na Argentina, o gol foi marcado por um estreante em Libertadores que tinha apenas 21 anos, mesma idade que possuem, hoje, os prováveis pontas Lucas Piton e Gustavo Mantuan.

Apontado como um elenco envelhecido, o Timão chega para a decisão repleto de desfalques e terá que, mais uma vez e ao contrário do esperado, se virar com garotos.

Para quem olhou o Romarinho, é impossível acreditar?

Veja mais em: Corinthians x Boca Juniors e Libertadores da América.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Jorge Freitas

Por Jorge Freitas

Colunista esportivo do portal 'No Ângulo', este internacionalista é mais um louco do bando e busca analisar o Timão com comprometimento com a realidade e as necessidades do maior clube do planeta.

O que você achou do post do Jorge Freitas?

x