Palmeiras não tem Mundial

Rafael Castilho

Rafael Castilho é sociólogo, especializado em Política e Relações Internacionais e coordenador do NECO - Núcleo de Estudos do Corinthians. Ele está no Twitter como @Rafael_Castilho.

ver detalhes

Palmeiras não tem Mundial

Coluna do Rafael Castilho

Opinião de Rafael Castilho

6.2 mil visualizações 51 comentários Comunicar erro

Palmeiras não tem Mundial

Corinthians é bicampeão do Mundial de Clubes da Fifa

Foto: Divulgação / Corinthians

Sim, o Palmeiras jogou bem. Quer dizer, bem dentro do que é a proposta de jogo deles.

Jogou como nunca, mas perdeu como sempre.

De quebra, o Palmeiras valorizou mais ainda a conquista do Corinthians. Diziam os invejosos que o Chelsea em 2012 tinha ido para passear.

No Japão, o Chelsea jogou muito melhor do que no jogo contra o Palmeiras. Foi um bombardeio. O jogo poderia ter virado o primeiro tempo com 3 a 0 tranquilamente.

Tivemos sorte? Deem o nome que quiserem. Eu chamo isso de presença de espírito.

Existem coisas que acontecem com o Corinthians que são resultado de muito mais coisas do que a tática, a técnica, a habilidade dos jogadores.

O Corinthians nunca jogou para conquistar o mundo. O Corinthians existe para transformar o mundo. O que acontece no meio do caminho, as conquistas, os dois campeonatos mundiais, são consequência de um projeto maior.

Zicamos? Sim, muito! Se não fosse a zica dos Corinthianos o Palmeiras poderia ter ganho o campeonato? Sim, poderia. Desculpem aí! A zica foi pesada demais.

Zicamos pela rivalidade histórica? Sim, vocês fariam o mesmo.

Tenho amigos queridos que torcem pelo time verde e não quero o mal deles. Mas todo corinthiano tem uma história bem particular com aquele time. Chega a ser pessoal. Por isso nem verde queremos usar no dia a dia. A verdade é que o Palmeiras sempre que pôde quis pisar e humilhar o Corinthians. No pessoal também, cada um tem sua história de episódios desagradáveis. O assunto seria longo e eu provavelmente perderia a amizade dos palmeirenses que frequentam a minha vida se eu dissesse tudo o que penso.

Bom, é isso aí. Foi quase, Palmeiras. Quase, quase, quase. Isso deve doer (estou rindo). Parecia até que já estava escrito nas estrelas, mas por alguma razão, sei lá, não rolou.

Vai dar uma deprê, eu sei. Vocês sentiram o cheiro, chegaram a tocar, mas serão agora como os Alcoólicos Anônimos, a vida inteira sem poder levantar a taça.

Vocês se lembram do Maguila? A gente chegou a acreditar que ele poderia derrotar o Tyson, mas no caminho encontrou o Holyfield. Começou lutando bem. Ganhando aquela luta poderia sonhar com o título mundial de boxe. Tomou um gancho, coitado, caiu dormindo. A verdade é que nunca mais se levantou. Havia batido no teto.

Então, Palmeiras. Quer dizer... vai ser difícil outra chance e outro momento como esse.

É isso aí. O mundo não vai acabar, vou delirar de prazer. Acordei hoje muito otimista com o futuro da humanidade.

O Palmeiras não tem Mundial!

Veja mais em: Dérbi, Mundial de Clubes e Corinthians x Palmeiras.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Rafael Castilho

Por Rafael Castilho

Rafael Castilho é sociólogo, especializado em Política e Relações Internacionais e coordenador do NECO - Núcleo de Estudos do Corinthians. Ele está no Twitter como @Rafael_Castilho.

O que você achou do post do Rafael Castilho?

x