Venha fazer parte da KTO
x
Não existe proposta irrecusável pelo Wesley, Corinthians
Tomás Rosolino

Tomás Rosolino é jornalista faz um tempo. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, ex-Agora SP e Gazeta Esportiva. Hoje no Meu Timão. Vejo muito esporte, todo dia, o dia todo.

ver detalhes

Não existe proposta irrecusável pelo Wesley, Corinthians

Coluna do Tomás Rosolino

Opinião de Tomás Rosolino

19 mil visualizações 186 comentários Comunicar erro

Não existe proposta irrecusável pelo Wesley, Corinthians

Wesley correndo e comemorando o gol anotado contra o Fluminense

Foto: Jhony Inacio/Meu Timão

Bastou Wesley mais uma vez mostrar o jogador diferenciado que é para pipocarem as notícias sobre propostas, atuais ou futuras, pelo jogador. Valores até relevantes, mas ainda longe do que vale um atacante de 19 anos com essa capacidade nos dias de hoje. De todas as discussões, uma me incomoda absurdamente: a "proposta irrecusável".

Foi o Meu Timão quem revelou a oferta do West Ham na casa dos 15 milhões de euros. Depois, um aumento de 18 milhões de euros e a pressão de intermediários para a venda. Ótima apuração da nossa reportagem. Bizarro que isso tenha qualquer relevância numa relação profissional, porém. Wesley é jogador do Corinthians e tem contrato. Os intermediários que esperem sentados.

"Corinthians espera proposta irrecusável por Wesley". Esse era o título da ótima matéria apurada por Iuri Medeiros, da Gazeta Esportiva. A proposta? 25 milhões de euros. Nada de irrecusável. Não é um valor acima da média para a posição, a idade e o mercado. Nada. Todo ano 20 a 25 jogadores dessa posição são negociados por valores acima disso.

"Ah, mas e as dívidas?". O Wesley não vai mudar nada na dívida do Corinthians. 70% de 25 milhões de euros são 17,5 milhões de euros, ou R$ 93 milhões de reais. O valor provavelmente seria parcelado, ainda mais com o Fair Play Financeiro em cima na Europa. Quanto o Corinthians receberia em 2024? R$ 60 milhões, no máximo. Parabéns, paga três meses de salário do clube.

Em 114 anos de história do Corinthians - ou de qualquer outro clube grande brasileiro - nenhuma venda mudou a trajetória do Timão. O Corinthians nunca foi campeão ou construiu patrimônio com venda de jogador. Fez isso sendo forte em campo e contando com a sua torcida apaixonada. Wesley é o ponto fundamental para essa combinação funcionar.

Ele é o melhor do time. É o melhor finalizador, é o que melhor chuta com a perna ruim, é provavelmente o mais rápido e um dos mais fortes. Disparado o melhor driblador e um dos três mais criativos do time. Quanto vale isso? Não sei. Sei que, em campo, sim, ele pode fazer a diferença para o time alvinegro voltar a ser campeão.

Wesley, em 2026, ainda vai ter 21 anos de idade. Uma carreira inteira pela frente. "Mas e a família do jogador? A transferência pode mudar a vida dele". Ninguém quer atrasar a vida do Wesley. Chame o atleta, trace um plano de carreira para ele no profissional do Corinthians. Dê um salário digno do potencial e do que ele já mostra. Pronto, a vida dele e dos mais próximos está feita. Aos 21, ele pode ir fazer a das próximas dez gerações.

"Tomás, por qual valor você venderia o Wesley?". A multa. Wesley tem um contrato profissional, assinado por ele e pela diretoria. Lá há uma multa rescisória de 100 milhões de euros estabelecida, segundo apuração dos colegas do ge.globo. Pronto, esse é o único valor "irrecusável" por ele.

Veja mais em: Wesley e Diretoria do Corinthians.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Avalie esta coluna
Coluna do Tomás Rosolino

Por Tomás Rosolino

Tomás Rosolino é jornalista faz um tempo. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, ex-Agora SP e Gazeta Esportiva. Hoje no Meu Timão. Vejo muito esporte, todo dia, o dia todo.

O que você achou do post do Tomás Rosolino?