Vampeta, ex-jogador do Corinthians

Marcos André Batista Santos

1974-03-13

Jogador de futebol

Male

Informações pessoais

Nome completo: Marcos André Batista Santos

Posição: volante

Data de nascimento: 13 de março de 1974

Idade: 48 anos

Estatísticas de Vampeta com a camisa do Corinthians

Jogos pelo Corinthians: 268

Jogos como titular: 255

Scout: 129 vitórias, 64 empates e 75 derrotas

Títulos de Vampeta conquistados no Corinthians: 7 relembre

Gols de Vampeta pelo Corinthians: 17 relembre

Estreia de Vampeta pelo Corinthians

Vampeta estrou no Corinthians em 07 de fevereiro de 1998. Em seu primeiro jogo pelo Timão, o Corinthians foi derrotado pelo Palmeiras por 2 a 1, em partida válida pelo Torneio Rio-São Paulo de 1998. Na ocasião, o jogador de 23 anos começou a partida entre os titulares.

Recordes e marcas de Vampeta pelo Corinthians

Estatísticas de Vampeta no Corinthians por temporada

que atuaram pelo
Ano Jogos Gols Amarelos Vermelhos
1998 58 4 0 0
1999 71 6 0 2
2000 38 5 0 0
2002 62 2 0 0
2003 19 0 0 0
2007 20 0 0 0

Estatísticas de Vampeta no Corinthians por competição

que atuaram pelo
Competição Jogos Gols Amarelos Vermelhos
Campeonato Brasileiro 115 5 0 0
Campeonato Paulista 54 5 0 1
Libertadores da América 26 4 0 0
Torneio Rio-São Paulo 24 1 0 0
Copa do Brasil 19 2 0 0
Mundial de Clubes 4 0 0 0
Copa Sudamericana 1 0 0 0

Biografia

Marcos André Batista Santos, mais conhecido como Vampeta (Nazaré, 13 de março de 1974), é um dirigente esportivo, treinador e ex-futebolista brasileiro que atuava como volante.

O apelido surgiu quando atuava pelo Vitória, sendo a junção das palavras vampiro e capeta, sendo uma alusão à aparência do jogador que, na época, não tinha alguns dentes. Chegou ao Corinthians em 1998, indicado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, como lateral-direito, mas acabou se firmando no meio-campo, graças ao futebol moderno.

Ao lado de Rincón, Vampeta formou uma das maiores duplas de volantes do futebol brasileiro. Juntos, eles foram campeões paulistas, brasileiros e mundiais. Depois de sua primeira passagem, o jogador retornou outras duas vezes ao Corinthians.

Em 2002, o jogador ganhou a Copa do Brasil e o Rio-São Paulo, além do Paulistão de 2003. Irreverente, Vampeta se tornou ídolo da Fiel por suas atitudes fora de campo. Comemorou o título do pentacampeonato da Seleção Brasileira, em 2002, vestindo a camisa do Corinthians e dando cambalhotas na rampa do Palácio do Planalto em Brasília, diante do então Presidente da República, Fernando Henrique Cardoso.

Adorava provocar as torcidas adversárias, principalmente a do São Paulo sendo, inclusive, quem popularizou o apelido aos torcedores do rival. Em janeiro de 1999, tornou-se o primeiro jogador de futebol a posar nu.

A terceira passagem do jogador pelo clube do Parque São Jorge aconteceu em 2007, em uma tentativa de tentar salvar o time do rebaixamento para a série B do Brasileiro.

Vampeta se aposentou no Juventus.

Últimas atuações de Vampeta pelo Corinthians

Como foi o Vampeta jogando no Corinthians?

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

x