Corinthians adere manifesto pela aprovação da Lei do Mandante; contrato com a Globo pode ser afetado

42 mil visualizações 205 comentários

Por Meu Timão

Presidente do Corinthians, Duilio Monteiro, na Neo Química Arena

Presidente do Corinthians, Duilio Monteiro, na Neo Química Arena

Danilo Fernandes / Meu Timão

O Corinthians manifestou-se a favor da aprovação do PL 2336/21, que pede a aprovação da Lei do Mandante e é uma evolução da MP do Mandante, que criou várias discussões no país desde o ano passado. O pedido sai dias depois de os presidentes dos clubes se reunirem para aprovar a criação de uma Liga Nacional, teoricamente para uma união maior na organização de torneios.

"Os clubes do futebol brasileiro estão unidos pela aprovação, antes do recesso parlamentar em julho, do PL 2336/21 (Lei do Futebol Livre - mandante). Maior concorrência, mais investimentos e melhor espetáculo para os milhões de torcedores. #aprovaPL2336", publicou o Timão, assim como todos os outros clubes da Série A o fazem desde quinta. O presidente do clube, Duilio Monteiro Alves, não deve se manifestar sobre o assunto apesar do apoio do clube.

A

Reprodução

O projeto de lei é de autoria do deputado João Roma (Republicanos-PE) e prevê alteração na lei de 1998 que versa sobre os direitos de transmissão de eventos esportivos, dando ao mandante o direito de negociar os jogos independentemente do adversário. Hoje, só pode passar o jogo quem tiver contrato com as duas equipes. Um dos trechos diz que a medida serve para acabar com jogos "no escuro" - problema que só surgiu desde 2019.

"A presente alteração visa o melhor atendimento dos interesses do torcedor, isso porque, diante da previsão atual, de que o direito de arena pertence aos Clubes participantes das partidas, a transmissão depende de acordo com ambos os participantes. Isto faz com que partidas entre equipes cujas licenças para transmissão são de empresas concorrentes, não sejam transmitidas ao público por falta de acordo entre as empresas de comunicação concorrentes e entre os clubes", relata.

Em 2020, com a MP, a Globo considerou rompido o contrato de transmissão do Campeonato Carioca e fez cair em quase 90% a arrecadação dos clubes do Rio com o Estadual. Os paulistas evitaram esse desgaste e só assinaram agora. Vale lembrar que 2021 foi o último ano do contrato com a TV, que será renegociado nos próximos meses. O contrato do Brasileiro, porém, tem validade até 2024 e pode ser afetado com a aprovação do PL.

Ou seja, a principal renda do clube para as próximas três temporadas fica de sobreaviso. Caso a Globo se sinta prejudicada na negociação e resolva romper o contrato, como fez com o Carioca, o Timão precisaria buscar novos interessados em transmitir os jogos. Ao todo, até 2024, o Corinthians deve receber cerca de R$ 900 milhões no contrato com a emissora.

Reviravolta

O Corinthians havia deixado o movimento Futebol Mais Livre, que divulgou carta em apoio à MP do mandante no ano passado. 12 equipes da Série A do Brasileirão assinaram o manifesto: Athletico Paranaense, Atlético Goianiense, Bahia, Ceará, Coritiba, Flamengo, Fortaleza, Goiás, Palmeiras, Red Bull Bragantino, Santos e Sport.

A MP foi publicada no dia 18 de junho de 2020 e teve apoio de clubes como Flamengo, Palmeiras, Athletico-PR, Ceará, Fortaleza, Santos e Internacional, que chegaram a se reunir com o presidente Jair Bolsonaro para manifestar seu apoio.

A Medida Provisória previa que o clube mandante teria a relação de direitos de transmissão exclusivo da partida. Com o fim da validade, a Lei Pelé, que defende o direito para ambos os times, voltou a valer. Assim, o veículo que transmitir a partida precisa ter contrato com ambas as equipes.

Antes da desistência, vale lembrar, o presidente Andrés Sanches tinha se mostrado favorável à Medida Provisória em publicação na sua conta oficial do Twitter. Na oportunidade, porém, ele ressaltou que não queria briga com a Globo.

"O Corinthians é parceiro da Globo, sabe que a Globo é fundamental. Não é porque eu apoio a MP que a gente não vai cumprir o contrato. Mas temos que estar em outras mídias", disse Andrés à época.

Veja mais em: Transmissão de jogos e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Danilo Avelar deve deixar o Corinthians em 2022

    Danilo Avelar recebe propostas e pode deixar o Corinthians em 2022

    ver detalhes
  • Em transição, Cantillo participou da primeira parte do treino do Corinthians nesta segunda-feira

    Corinthians se reapresenta e inicia preparação para última rodada do BR-2021; Cantillo faz transição

    ver detalhes
  • Com a volta da Fiel, Sylvinho deixa lanterna e ultrapassa quatro treinadores na Neo Química Arena

    Sylvinho melhora aproveitamento e ultrapassa quatro ex-técnicos do Corinthians na Neo Química Arena

    ver detalhes
  • Elenco do Corinthians inicia última preparação da temporada nesta segunda-feira pela manhã

    Última rodada do Brasileirão, final do Paulista Feminino e basquete marcam agenda do Corinthians

    ver detalhes
  • Renato Augusto fez uma pintura contra o Grêmio

    Renato Augusto faz golaço, Corinthians busca o empate e deixa Grêmio mais perto da Série B

    ver detalhes
  • Corinthians e São Paulo definem o campeão paulista na próxima quarta-feira

    Saiba como garantir ingressos para a final entre Corinthians e São Paulo no Paulistão Feminino

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x