Corinthians 1 x 2 Santos - Paulista 2022

Paulista 2022 - Corinthians 1 x 2 Santos

Partida de futebol entre Corinthians 1 x 2 Santos nPaulista 2022

https://www.meutimao.com.br/jogo/7216/paulista_2022/corinthians-1-x-2-santos

02:00

2022-02-02T21:35:00

Neo Química Arena

Endereço: Avenida Miguel Ignácio Curi, São Paulo, SP, Brasil

Corinthians 1 X 2 Santos

Paulista 2022
02 de fevereiro de 2022, 21:35
Corinthians 1 x 2 Santos
Neo Química Arena, São Paulo, SP.
Corinthians vs Santos edição 343 de 343

Sobre a Partida

Corinthians toma virada do Santos no Paulistão e perde primeiro clássico da temporada 2022

O Corinthians ainda não conseguiu a primeira vitória na Neo Química Arena em 2022. Nesta quarta-feira, o Timão recebeu o Santos e acabou saindo de campo com uma derrota por 2 a 1 de virada.

O Corinthians esteve numa crescente ainda no primeiro tempo de jogo e, com a entrada de Jô, não demorou para abrir o placar na segunda etapa. Contudo, o Santos conseguiu uma virada em cima do Timão em apenas três minutos - o adversário, inclusive, conquistou a primeira vitória na temporada.

Com a derrota, o Timão perdeu a oportunidade de garantir a primeira colocação do Grupo A. Com quatro pontos até aqui, a equipe do Parque São Jorge pode perder a liderança a depender do resultado das partidas de Guarani e Inter de Limeira nesta quinta-feira.

Anota aí, Fiel! - O próximo compromisso do Corinthians é no final de semana. No domingo, às 18h30, o Timão visita o Ituano, em Itu, pela quarta rodada do Paulista. A partida acontece no Estádio Novelli Júnior.

Escalação

O técnico Sylvinho pôde contar com dois retornos importantes para o primeiro clássico do ano. Com as voltas de Renato Augusto e João Victor, desfalques na vitória contra o Santo André, o Corinthians entrou em campo com:

  • Matheus Donelli, Fagner, João Victor, Gil e Lucas Piton; Du Queiroz, Renato Augusto e Giuliano; Gabriel Pereira, Róger Guedes e Gustavo Mantuan.
Corinthians escalado para enfrentar o Santos

Meu Timão

O jogo

Primeiro tempo

O Corinthians iniciou a partida tentando subir a marcação e pressionar a saída de bola do Santos enquanto João Paulo estava com a bola. Aos seis minutos de jogo, Róger Guedes animou a torcida pela primeira vez avançando pelo lado direito. O camisa 9 do Corinthians conseguiu entrar na área, mas foi travado pela defesa do adversário e não conseguiu finalizar.

Aos 11 minutos, Madson e Róger Guedes disputaram a bola ombro a ombro pelo lado esquerdo da defesa do Corinthians. A arbitragem pegou falta do camisa 9 e o Santos teve a oportunidade de alçar a bola na grande área. A equipe adversária tentou, mas o zagueiro Gil conseguiu cortar.

A partida seguiu equilibrada entre os dois times nos primeiros 15 minutos do jogo. Aos 14, inclusive, GP avançou pela direita e cruzou na área, mas foi travado pela defesa. O Timão ainda teve uma cobrança de escanteio, mas Róger Guedes não foi efetivo no cabeceio.

Aos 16 minutos, o Corinthians teve uma saída de bola errada e tomou um susto. Zanocelo tocou de cabeça e Marcos Leonardo arriscou um chute de canhota na entrada da área. A bola passou por cima do gol de Matheus Donelli.

A primeira grande chance do Timão foi aos 22 minutos. Fagner e Renato Augusto fizeram um bela tabela pelo lado direito. O lateral corinthiano saiu em vantagem e arriscou para o gol, mas João Paulo fez a defesa.

Depois de sofrer uma segunda falta no jogo, Renato Augusto recebeu uma boa bola na entrada da área aos 32. O camisa 8 do Timão dominou a bola e, mesmo com a marcação na frente, o meia ajeitou e chutou com a chapa do pé em direção ao ângulo - a bola explodiu no travessão.

O Corinthians seguiu aumentando o ritmo de jogo na reta final do primeiro tempo. Aos 41, Giuliano encontrou para Renato Augusto, que abriu para Gabriel Pereira. No cruzamento, Guedes tentou cabecear, mas a bola acabou indo para fora. Poucos minutos depois, foi a vez de Fagner arriscar uma batida de longe. A bola acabou ficando nas do goleiro santista.

Com um minuto de acréscimo, o Santos tentou responder com Marcos Leonardo, livre de marcação. Apesar da boa enfiada de bola de Ângelo, a arbitragem pegou impedimento do ataque adversário. No último lance da primeira etapa, o Corinthians avançou com GP, mas o camisa 38 mandou a bola para fora, encerrando os primeiros 45 minutos sem gols.

Segundo tempo

Precisando buscar a vitória na segunda etapa, o técnico Sylvinho promoveu uma alteração ainda no intervalo. O centroavante Jô entrou no lugar de Gustavo Mantuan, que vinha sendo usado como atacante de referência pelo técnico do Corinthians.

Logo nos primeiros minutos do segundo tempo, o Santos teve uma falta a seu favor. Na batida, Marcos Leonardo arriscou, mas a bola desviou na barreira formada pela defesa corinthiana.

O Corinthians tentou elaborar uma resposta rápida. Aos quatro minutos, Fagner encontrou Jô, que deu de letra para Giuliano. O meia correu, mas não alcançou a bola. Mas o camisa 77 iria brilhar no lance seguinte.

Aos seis minutos, Jô abriu o placar para o Corinthians. Gabriel Pereira encontrou o centroavante na área, e Jô devolveu para Fagner. Na sequência, o lateral cruzou e Giuliano dominou no peito, ajeitando para Jô. O centroavante soltou uma bomba de dentro da pequena área e permitiu a Fiel soltar o grito de comemoração.

Depois de comandar o Corinthians dentro de campo na primeira etapa, Renato Augusto voltou a tentar ameaçar o Santos. Aos 13 minutos, o meia se aproximou bem pelo lado esquerdo e arriscou uma batida em direção ao gol. A bola saiu pela trave esquerda do goleiro adversário.

No lance seguinte, foi a vez de Róger Guedes subiu para o ataque costurando pelos rivais. O camisa 9 foi derrubado e conseguiu uma falta a favor do Timão na entrada da área. A cobrança foi feita pelo próprio Guedes, mas acabou pegando muito embaixo e mandou a bola por cima do gol.

Aos 17 minutos, o Corinthians voltou a balançar as redes, também com Jô. O camisa 77 foi encontrado sozinho por Róger Guedes na área e empurrou para as redes, mas a arbitragem pegou impedimento. Na sequência, Sylvinho realizou a segunda alteração no time: Gustavo Mosquito entrou no lugar de Gabriel Pereira.

O Santos empatou o placar aos 19 minutos de jogo. Marcos Leonardo recebeu de Marcos Guilherme na área, driblou Fagner, João Victor e Mosquito e bateu para deixar tudo igual em Itaquera. A situação se complicou nos minutos seguintes: João Victor cometeu falta em Marcos Leonardo dentro da área e o jogador converteu o pênalti em cima de Matheus Donelli, que chegou a cair pro lado certo.

Imediatamente após a virada do adversário, Sylvinho optou por mexer pela terceira vez no Corinthians. O técnico retirou Giuliano de campo e colocou Paulinho na partida aos 26 minutos de jogo. Sem reações do Timão, a próxima opção do treinador foi retirar Du Queiroz e colocar Adson no gramado, aos 34.

Aos 37, o Corinthians construiu uma boa chance para tentar empatar. Jô e Paulinho tabelaram na grande área e a bola sobrou para Róger Guedes. Sozinho, livre de marcação, o camisa 9 mandou para fora, por cima do gol. O árbitro, vale ressaltar, pegou uma falta de Jô no lance.

O Timão não se deu por vencido. Aos 41 minutos, o Corinthians pressionou a saída de bola do goleiro com Jô. No erro adversário, Paulinho chegou chutando, mas não conseguiu empatar. Apesar de tentar correr atrás do prejuízo até o final, a equipe do Parque São Jorge não reverteu a situação e deixou escapar três pontos dentro de casa.

Ficha técnica de Corinthians 1 x 2 Santos

Competição: Campeonato Paulista Sicredi 2022
Local: Neo Química Arena, São Paulo, SP
Data: 02 de fevereiro de 2022 (quarta-feira)
Horário: 21h35 (de Brasília)
Árbitro: Thiago Luis Scarascati
Assistentes: Fabrini Bevilaqua Costa e Alex Ang Ribeiro
Árbitro de vídeo: Vinicius Furlan
Gols: (Corinthians); Marcos Leonardo (duas vezes) (Santos)
Cartões amarelos: João Victor (Corinthians); Kaiky e Vinícius Zanocelo (Santos)
Público: 27.883 pagantes (público total: 28.091)
Renda: R$ 1.675.894,00

CORINTHIANS: Matheus Donelli; Fagner, Gil, João Victor e Lucas Piton; Du Queiroz (Adson); Giuliano (Paulinho), Renato Augusto, Gabriel Pereira (Gustavo Silva) e Róger Guedes; Gustavo Mantuan ().
Técnico: Sylvinho

SANTOS: João Paulo; Madson, Kaiky, Eduardo Bauerma e Felipe Jonatan (Lucas Pires); Camacho (Carlos Sánchez) e Vinícius Zanocelo; Ricardo Goulart (Léo Baptistão), Ângelo (Allanzinho) e Marcos Leonardo; Lucas Braga (Marcos Guilherme).
Técnico: Fábio Carille

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida: Corinthians 1 x 2 Santos

x