Paulinho fala sobre classificação histórica e explica o que motivou ida à Bombonera; veja vídeo

21 mil visualizações 30 comentários

Por Guilherme Célio e Vitor Chicarolli

O Corinthians eliminou o Boca Juniors da Libertadores, na noite da última terça-feira, em partida decidida na disputa de pênaltis. O volante Paulinho, que se recupera de lesão no ligamento do joelho esquerdo, viajou com a delegação para a Argentina e falou sobre a vitória corinthiana e a moral que a equipe ganhou após o feito.

“Todos nós sabemos como é a grandeza de uma partida entre Corinthians e Boca. Já tive algumas oportunidades. Infelizmente não pude estar dentro do campo, mas tenho que meus companheiros vem me observando do lado de fora, acho que eles observam de uma forma positiva, que eu vim aqui, que eu posso ajudá-los, de alguma forma incentivar", iniciou o jogador em conversa com a imprensa no embarque da equipe em Buenos Aires - veja vídeo acima.

"Fico feliz por eles, triste por não estar lá dentro com eles, mas muito feliz, porque ontem fizeram um jogo realmente da forma do Corinthians. Jogadores guerreiros, lutaram até o fim, souberam sofrer e conseguiram uma classificação importantíssima”, continuou.

Paulinho ainda comentou sobre a confiança que a equipe ganha para o restante da competição. O Timão espera o vencedor do embate entre Flamengo e Tolima. O volante ainda falou sobre a rivalidade que foi criada entre Corinthians e Boca Juniors nos últimos anos.

"Acho que não tem muito o que falar. Você classificar, dentro da La Bombonera, contra o Boca Júnior, acho que não existe motivação maior pra você dar sequência na competição. Sabemos da qualidade do adversário que enfrentamos ontem, mas nos da muita motivação, muita confiança pra seguir na competição”, disse.

“Não é vingança. Acho que Corinthians e Boca já virou uma rivalidade por estar se enfrenando por muitos anos. Então, acho que foi mais uma partida, mais um jogo, onde nós conseguimos sair com a classificação”, finalizou o jogador que esteve presente na conquista da Libertadores do Timão, em cima do time argentino, em 2012, e no ano seguinte, na eliminação polêmica corinthiana contra os argentinos.

Por fim, Paulinho falou sobre Cássio e a importância dele para o elenco do Corinthians. "A liderança dele. Acho que o Cássio é um tipo de líder, de capitão que ele não precisa nem falar. Nós já conhecemos muito bem ele, a gente sabe a forma que ele pode cobrar, como ele pode cobrar os companheiros. Então ele é, além de ser um líder, é um espelho e um exemplo pra todo esse grupo”, complementou.

E a recuperação?

O volante não entra em campo desde maio devido a lesão que sofreu no joelho esquerdo, durante a partida contra o Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro. O jogador falou como está sendo a sensação de não estar atuando e seu processo de recuperação.

"A gente fica triste por ficar de fora, mas ao mesmo tempo feliz. É gostoso você ver a molecada, não só a molecada, mas os mais experientes também, o Fábio, Gil, Cássio até mesmo o Fagner que não pode atuar. Eu acho que é um conjunto né, é um coletivo que é bonito de se ver do lado de fora”, lamentou.

“A recuperação está evoluindo bem, graças a Deus. Fisioterapia e o departamento médico do Corinthians vem me ajudando, não só fisicamente, mas também mentalmente, psicologicamente. É uma lesão que leva muito tempo, muitos meses, todos nós sabemos . Mas a parte do departamento médico, juntamente com minha esposa, meus filhos, vem me motivando e deixando minha cabeça tranquila pra trabalhar", finalizou o atleta.

Veja mais em: Paulinho, Corinthians x Boca Juniors e Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Duilio Monteiro Alves (então diretor de futebol), Richard e Jorge Kalil (então diretor adjunto) durante apresentação oficial, no início de 2019

    Corinthians e América-MG fazem acordo na Justiça por dívida milionária; pivô é atleta do Tottenham

    ver detalhes
  • Jogadores durante treino desta segunda-feira

    Corinthians treina no CT Joaquim Grava de olho na preparação para duelo decisivo na Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Léo Mana foi convocado por Vítor Pereira ao time profisisonal

    Léo Mana é chamado ao profissional e desfalca o Corinthians em decisão no Sub-20

    ver detalhes
  • Guilherme Biro marcou um dos gols da vitória do Corinthians

    Corinthians controla o América-MG e larga na frente nas quartas de final do Brasileirão Sub-20

    ver detalhes
  • Elenco feminino do Corinthians teve baixas por lesão após o primeiro jogo das quartas de final do Brasileiro contra o Real Brasília

    Corinthians pede parecer à CBF sobre arbitragem e reforça importância do VAR no futebol feminino

    ver detalhes
  • Presidente Duílio Monteiro Alves assumiu a presidência do Corinthians em janeiro de 2021

    Atual gestão do Corinthians tem apenas 28,7% de aproveitamento em clássicos; relembre jogo a jogo

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x