Danilo viu Paulinho em Du Queiroz e reinventou o volante no Corinthians

Luis Fabiani

Estudante de Jornalismo no Mackenzie. Desde janeiro de 2020, estagiário do Meu Timão. Estou também diariamente na Rádio Mackenzie.

ver detalhes

Danilo viu Paulinho em Du Queiroz e reinventou o volante no Corinthians

Coluna do Luis Fabiani

Opinião de Luis Fabiani

68 mil visualizações 207 comentários Comunicar erro

Danilo viu Paulinho em Du Queiroz e reinventou o volante no Corinthians

Du Queiroz foi visto como 'aspirante a Paulinho' por Danilo

Foto: Montagem/Meu Timão

Nas 359 vezes em que vestiu o manto do Corinthians, conto nos dedos as vezes que levantei a corneta para aquele camisa 20 esguio de passada lenta que desfilava no lado esquerdo do campo. Até por que o Zida era aquele erro iminente que se tornava em um acerto absurdo. Como na assistência para Emerson Sheik, contra o Boca Juniors, em 2012, quando de costas para três marcadores arranjou um passe escandaloso de letra no peito do herói da libertação alvinegra em 4 de julho.

Como treinador, Danilo parece repetir a conduta de converter o possível erro em um acerto gigante. E em um desses episódios, recebeu minha raríssima cornetada. Foi em uma situação com Du Queiroz, novo xodó da torcida do Corinthians, eleito craque do jogo na vitória contra o Athletico, neste domingo.

Para explicar, vale uma contextualização da trajetória do volante na base. Seu auge foi atuando como um primeiro volante, primoroso na saída de bola e interessantíssimo do ponto de vista defensivo. Du foi titular da categoria Sub-20 dos 17 aos 20 anos, com um hiato em 2019, quando Xavier foi contratado e assumiu o setor por pouco mais de um semestre. Uma disputa justa, de dois jogadores promissores, mas que dificilmente poderiam jogar juntos (ou ao menos é o que um leigo, como eu, pensaria).

Em uma entrevista ao Meu Timão em junho deste ano, na qual tive a honra de participar como entrevistador, ao lado dos craques Andrew Sousa e Vitor Chicarolli, Du Queiroz revelou algo que apenas quem frequenta o CT da base sabia àquela altura. Danilo teria visto nele um "Paulinho", volante caracterizado por atuar perto da área, fazendo gols, algo que Du pouco fazia na base.

"Agora o Danilo chegou, e ele falou que gostava mais de me ver como segundo volante, que ele via as características do Paulinho em mim, chegando bastante na área, que sou bastante forte, consigo ir e voltar, sou técnico. Ele falou que o Paulinho chegou no Corinthians como primeiro volante, mas abriam espaços, ele chegava na área e fazia gols, acabou virando segundo volante" disse Du, ao Meu Timão.

"Então a mudança é que não estou só como cabeça de área, ele me deu mais liberdade, de estar chegando na área, estar tentando fazer gol. Era uma coisa que não podia fazer muito por que ficava um pouco mais preso" concluiu o volante.

Ou seja, Danilo enxergou em Du Queiroz algo que, àquela altura, ninguém mais havia notado. E logo de cara, transformou o ex-cabeça de área no melhor do time Sub-23 do Corinthians. É justamente nessa função que o jovem chamou atenção de Sylvinho e comissão, que logo solicitaram sua promoção ao profissional, onde hoje se estabelece como titular e até peça chave, como foi neste domingo.

Quando o assunto é o Zida, a gente apenas senta e espera. Pois como na época de jogador, sabemos que ele sabe trabalhar na linha tênue entre o erro absurdo e o acerto imenso. Com Du Queiroz, até o momento, é a última opção.

Veja a resposta na voz do volante

Veja mais em: Du Queiroz, Danilo, Base do Corinthians e Corinthians Sub-23.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Luis Fabiani

Por Luis Fabiani

Estudante de Jornalismo no Mackenzie e entusiasta das categorias de base do Corinthians. Desde 2020, estagiário do Meu Timão.

O que você achou do post do Luis Fabiani?

x