Toques de Carille e Tite marcam início do técnico Danilo no Corinthians

Luis Fabiani

Estudante de Jornalismo no Mackenzie. Desde janeiro de 2020, estagiário do Meu Timão. Estou também diariamente na Rádio Mackenzie.

ver detalhes

Toques de Carille e Tite marcam início do técnico Danilo no Corinthians

Coluna do Luis Fabiani

Análise de Luis Fabiani

11 mil visualizações 48 comentários Comunicar erro

Toques de Carille e Tite marcam início do técnico Danilo no Corinthians

Danilo deu primeiras mostras de como será sua carreira de treinador

Foto: Divulgação/Corinthians

A vitória desta quinta-feira contra o Ceará não bastou para que o Corinthians seguisse vivo no Brasileirão de Aspirantes. Os comandados de Danilo foram eliminados na segunda fase do campeonato, mesmo empatados em pontos com o mesmo Ceará, que se classificou pelo número de vitórias

O mítico camisa 20 do Corinthians, ainda que não tenha alçado títulos, já pode ostentar a marca de treinador com melhor aproveitamento de pontos desde a criação da categoria, em 2019. Foram 50% dos pontos conquistados, sendo 5 vitórias, 6(!!) empates e apenas 3 derrotas, que superam as temporadas 2019 e 2020, quando a equipe era comandada por Edson Leivinha.

No início do ano, ainda sem calendário, as poucas informações que tínhamos sobre o Danilo como treinador eram bastante convergentes. Nas entrevistas, jogadores do elenco garantiam que o comandante assumia o mesmo papel que tinha como atleta, de quem gostava de ter a bola aos seus pés toda hora e controlar as ações do jogo. Não é o que se enxergou na prática.

Em campo, vimos um Danilo diferente daquele que era prometido por seus comandados no começo do ano. Seu trabalho mostrou nítidas influências do Corinthians mais vitorioso da última década, garantindo que não sofrerá gols antes de pensar em marcá-los. Alternou durante a temporada entre um 4-4-2 e um 4-1-4-1. As tradicionais linhas de quatro, com volantes físicos e pontas que não negociam entrega ao acompanhar os laterais adversários até a linha de fundo. aos moldes daquilo que a torcida se acostumou a ver no clube.

Time base do Corinthians Sub-23

Time base do Corinthians Sub-23

Meu Timão

Assim, ostentou bons números defensivos. Uma média de 0.71 gols sofridos por partida, número superiores aos de Tite (0.75) e Fábio Carille (0.80) nas passagens pela equipe profissional.

Danilo tinha nítidas ideias de jogo, mas que por vezes eram comprometidas pela falta de brio individual de seus jogadores. Como não possui um "dez clássico", dependia da qualidade de passe dos seus volantes, o que funcionou com Du Queiroz, mas não com Thiaguinho. Warian, capitão e nome consolidado da dupla, fez ótima temporada (em que pesem os já completos 25 anos de idade).

Seu estilo consistia em recuperar a bola no meio de campo e sair em velocidade com os quatro atacantes. Rafael Bilu, disparadamente o mais técnico deles, funcionava como o cérebro ofensivo da equipe. Gabriel Lima, a "flecha" pelo lado esquerdo, também fez temporada justa, usando seu porte físico privilegiado e grande velocidade . Muitas das oportunidades de ataque, porém, esbarravam nas deficiências técnicas de Richard e Matheus Matias, os quais se mantiveram como titulares por quase toda a temporada, o que considero um grande erro de Danilo.

A melhor notícia individual fica por conta de Igor Formiga, lateral-direito. Sólido na marcação e impecável nos apoios ofensivos. Se a decisão coubesse ao autor deste texto, seria a primeira opção para repor as ausências de Fagner no time profissional.

Danilo, agora, não tem um horizonte pela frente. Se mantido o calendário de 2021, sua equipe só voltará a campo daqui nove meses, no reinício do Brasileirão de Aspirantes. Que use o tempo para estudar e ganhar mais conhecimento, seja como auxiliar do profissional, ou em viagens para visitar outros clubes mundo afora.

Que venha uma carreira de sucesso para o Zida. Potencial, mostrou que tem.

Veja mais em: Base do Corinthians e Corinthians Sub-23.

Coluna do Luis Fabiani

Por Luis Fabiani

Estudante de Jornalismo no Mackenzie e entusiasta das categorias de base do Corinthians. Desde 2020, estagiário do Meu Timão.

O que você achou do post do Luis Fabiani?

x