Copa do Brasil Feminina 2016

Titulos conquistados pelo Corinthians - Copa do Brasil Feminina 2016
Primeiro título conquistado pelo Corinthians feminino após reativação foi a Copa do Brasil de 2016

A Copa do Brasil de 2016 foi o primeiro troféu conquistado pela equipe feminina do Corinthians, em parceria com o Audax, após a reativação da modalidade no clube. Com isso, o nome da equipe era Audax/Corinthians.

Fases iniciais

Na primeira fase do torneio, o Audax/Corinthians encarou o Pinheirense, do Pará, em duelos de ida e volta. No primeiro jogo, realizado em Osasco, o Timão goleou por 9 a 0 - os gols da partida foram marcados por Chú (cinco vezes), Jucinara, Nenê, Dai e Fran. No duelo de volta, em Belém, o Audax/Corinthians venceu por 2 a 0, com gols de Byanca Brasil e Chú, garantindo a classificação para a segunda fase.

A fase seguinte guardou um clássico para as Mulheres do Timão. A equipe enfrentou o Santos e, no duelo de ida, o Timão venceu o confronto por 3 a 0 (Chú, Nenê e Byanca Brasil). A partida de volta, no CT Rei Pelé, foi bem disputada. O Timão abriu o placar com Chú nos acréscimos da primeira etapa e o Santos reagiu aos 16 do segundo tempo e virou aos 46. Contudo, aos 49, Chú voltou a marcar e empatou o confronto. O empate garantiu o Timão nas quartas de final da Copa do Brasil de 2016.

Quartas de final

A equipe de Arthur Elias enfrentou o Flamengo pelas quartas da competição. O primeiro confronto terminou empatado em 1 a 1, levando a decisão para São Paulo. Na partida de volta, o Timão venceu as cariocas pelo placar mínimo e se colocou na semifinal no primeiro ano de atividade da equipe. 

Semifinal

O Cresspom, equipe do Distrito Federal, não facilitou a ida do Audax/Corinthians para a final. O Timão venceu o confronto de ida por 2 a 0, garantindo 100% de aproveitamento em casa e obrigando as adversárias a buscarem um placar por três gols de diferença para seguir na competição.

No duelo de volta, as corinthianas acabaram derrotadas pelo Cresspom-DF por 2 a 1, mas conseguiram se classificar por conta do placar agregado e chegar à decisão da Copa do Brasil no primeiro ano do retorno da modalidade.

Vale ressaltar que a partida de volta foi atrasada tanto no primeiro, quanto no segundo tempo, por falta de policiamento no estádio. Os atrasos foram de 15 e 12 minutos, respectivamente.

Final

A final aconteceu nos dias 19 e 27 de outubro, contra o São José. O Timão fez o primeiro jogo fora de casa. A equipe chegou a ficar na frente do placar em duas oportunidades, mas viu as donas da casa empatarem a partida.

A partida foi movimentada ao longo dos 90 minutos. Enquanto Paulinha e Pardal foram as autoras dos gols do Audax/Corinthians, Raquelzinha e Rosana balançaram as redes para o São José.

No duelo de volta, o equilíbrio visto na primeira partida seguiu nos primeiros minutos de jogo. O Timão passou a ganhar mais espaços e, estando melhor no confronto, abriu o placar aos 25 minutos. Após uma cobrança de falta, a zagueira Pardal cabeceou e inaugurou o marcador. A equipe seguiu pressionando o São José, que ainda tentou responder no final do primeiro tempo, mas acabou levando a desvantagem para o intervalo. 

Na etapa complementar, o Audax/Corinthians segurou a pressão adversária e ampliou o placar para 2 a 0, com Chú, aos 22 minutos de partida. Aos 27, o São José descontou com Raquelzinha numa cobrança de falta em direção a área. 

O gol poderia ter esboçado uma reação das adversárias, mas o Audax/Corinthians fechou o placar dez minutos depois. Aos 37, a veterana Grazi carregou pela direita e cruzou rasteiro, encontrando Gabi Nunes sozinha na área. A atacante foi a responsável por dar números finais e garantir o título da Copa do Brasil Feminina de 2016.

Comentários

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

x